Papel couché

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Novembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Diferentes tamanhos de papel

O papel couché é um tipo de papel que foi revestido por uma mistura de materiais ou um polímero para conferir certas qualidades ao papel, incluindo peso, brilho superficial, suavidade ou redução da absorção de tinta. Vários materiais, incluindo Kaolinite, carbonato de cálcio, Bentonite e talco[1] pode ser usado para revestir papel para impressão de alta qualidade usada na indústria de embalagens e em revistas. O giz ou argila da China está ligado ao papel com viscosificantes sintéticos, como o estireno-butadieno látex e ligantes orgânicos naturais, como o amido. A formulação de revestimento também pode conter aditivos químicos como dispersantes, resina s ou polietileno para dar resistência à água e resistência úmida ao papel,[2] ou para a proteção contra radiação ultravioleta.


papel especial, próprio para uso na indústria gráfica. Consiste basicamente de um papel base (offset) que recebe uma camada de revestimento: carbonato de cálcio, caulim, látex e outros aditivos, com a finalidade de tornar a sua superfície lisa e uniforme. É muito usado na impressão de folhetos, revistas, cartazes, livros de arte e outros impressos que exijam boa reprodução de retículas e traços.

Quando o revestimento é aplicado em apenas um lado, chama-se couché L1. Se o revestimento é aplicado em ambos os lados, chama-se couché L2. O primeiro tipo é empregado em rótulos e embalagens, já o segundo é indicado para imprimir nos dois lados (livros, folhetos etc.). A palavra couché é o particípio passado do verbo da língua francesa coucher, que neste caso tem a acepção de "recobrir" ou ainda "aplicar uma camada".

Principais características físicas[editar | editar código-fonte]

  • Oferecido em baixas e altas gramaturas
  • Alto brilho
  • Alta brancura
  • Alta opacidade
  • Bom para trabalhos com MDF

Principais aplicações[editar | editar código-fonte]

  • Revistas
  • Encartes promocionais (catálogos, fôlderes etc.)
  • Rótulos de embalagens
  • Cartões de visita
  • Auto-adesivos
  • Setor editorial em geral
  • Capas para diferentes trabalhos
  • Impressões fotográficas

Forma de apresentação[editar | editar código-fonte]

  • O papel couché é apresentado em gramatura (g/m²): quanto menor, mais fino o papel.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • «Grades of Paper». paperonweb.com 
  • Diana Twede and Susan E. M. Selke (2005). Cartons, crates and corrugated board: handbook of paper and wood packaging technology. [S.l.]: DEStech Publications. p. 325. ISBN 978-1-932078-42-8