Paritta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Paritta (Pali), um termo geralmente traduzido como "proteção" ou "salvaguarda", refere-se à prática budista de recitar certos versos e escrituras com a intenção de trazer estados auspiciosos, muitos usam para trazer boa sorte ou se proteger em condições adversas. Também pode referir certos versos específicos que são recitados com esse propósito. São uma das práticas mais antigas na história do Budismo.

Parittas[editar | editar código-fonte]

Muito usado no budismo Theravada, alguns Parittas são mais populares:

  • Ratana Sutta (três tresouros)[1][2]
  • Karaniya Metta Sutta (sobre amor bondade)[3]
  • Mahamangala Sutta (A proteção suprema)[4]
  • Dhammacakkappavattana Sutta (Discurso sobre o girar da roda do Dhamma)[5]

Entre outros.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre budismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.