Parque Natural dos Tarrafes do Rio Cacheu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Parque Natural dos Tarrafes de Cacheu
Localização Estuário do Rio Cacheu, Guiné-Bissau
Dados
Área 886,15 km2
Criação 2000 (21 anos)
Gestão Instituto da Biodiversidade e Áreas Protegidas da Guiné-Bissau

O Parque Natural dos Tarrafes do Rio Cacheu (também conhecido por Parque Natural dos Tarrafes de Cacheu) é uma área protegida situado na Guiné-Bissau. Abrange uma superfície total de 88.615 ha, dos quais 68% apresentam uma cobertura de mangal (tarrafes) que faz parte daquele que é considerado como sendo o maior bloco de mangal contínuo da África Ocidental.

O Parque Natural dos Tarrafes do Rio Cacheu foi criado em Dezembro de 2000, pelo decreto 12/2000[1].

No seu interior habitam cerca de oito mil habitantes em 41 aglomerados. Esta área constitui parte da terra natal do grupo étnico Felupe (ou Diola).

Fauna[editar | editar código-fonte]

Os vastos mangais acolhem um grande número de aves migratórias que invernam no parque. Entre os mamíferos, salientam-se os golfinhos Tursiops truncatus e Sousa teuszii, os hipopótamos Hippopotamus amphibius, os manatins Trichechus senegalensis, as gazelas-pintadas Tragelaphus scriptus e os macacos-verdes Cercopithecus aethiops. Entre os répteis destacam-se os crocodilos Crocodylus niloticus e C. tetraspis.

Referências

  1. REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU, MINISTÉRIO DOS RECURSOS NATURAIS E DO AMBIENTE, DIRECÇÃO GERAL DO AMBIENTE (Março de 2008). «QUADRO NACIONAL DA BIOTECNOLOGIA E BIOSEGURANÇA DA GUINÉ-BISSAU» (PDF). Consultado em 6 de Março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um parque é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.