Parque Verde do Mondego

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Parque Verde do Mondego
Localização Zona ribeirinha do rio Mondego
Área 3 km

O Parque Verde do Mondego é um parque português que tem no projecto um rio o grande protagonista de requalificação ambiental e na criação do Parque Verde do Mondego, com uma área de mais de 400.000 metros quadrados, o ponto de viragem para uma nova forma de viver Coimbra, mais moderna e contemporânea.

Encontra-se no parque o enorme Urso de Relva.

A requalificação paisagística do rio Mondego, numa frente de quase 3 quilómetros, é complementada com estruturas de acesso destinadas aos peões, a Ponte Pedro e Inês, permitindo a ligação entre a zona baixa e a zona alta da cidade.

Este corredor, com quase 4 quilómetros, contempla uma ciclovia de extensão equivalente. A valorização do património de Coimbra, um dos mais antigos pólos universitários da Europa, constitui também um dos eixos de intervenção do Programa Polis ligando as duas margens através da ponte pedonal Pedro e Inês e com tradução prática na adaptação do antigo Convento de S. Francisco a Centro de Congressos.

Existe aqui o Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra.

Eventos[editar | editar código-fonte]

O Parque Verde da cidade de Coimbra vai ganhar novas cores. O Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares da Câmara Municipal de Coimbra (S.A.B.E) lançou um desafio a todas as Escolas do Agrupamento: decorar uma rosa de 1,70 m, homenageando a cidade de Coimbra, para ser exposta, durante o Verão, no Parque Verde.

Urso de Relva Artificial[editar | editar código-fonte]

Urso Verde do Parque Verde do Mondego em Coimbra

É uma escultura, considerada referência dentro do parque, que foi destruída por um incêndio criminoso. É tambem uma homenagem às invasões francesas. [1] mas foi reconstruída depois.

Referências