Pedro, Duque de Valentinois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Pierre de Polignac)
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro
Duque de Valentinois e Conde de Polignac
 
Cônjuge Carlota, Duquesa de Valentinois
Descendência Antonieta, Baronesa de Massy
Rainier III, Príncipe de Mônaco
Casa Polignac
Grimaldi
Nome completo
Conde Pierre Marie Xavier Raphael Antoine Melchior de Polignac
Nascimento 24 de outubro de 1895
Castelo de Kerscamp, Morbihan, França
Morte 10 de novembro de 1964 (69 anos)
Hospital Americano de Paris, Paris, França
Sepultamento Chapelle de la Paix, Monte Carlo, Mônaco
Pai Conde Maxence de Polignac
Mãe Susana de la Torre y Mier


Pedro de Mônaco, Duque de Valentinois, Conde de Polignac (24 de outubro de 1895 - 10 de novembro de 1964) é melhor conhecido por ter sido o pai do príncipe Rainier III de Mônaco e, por isso, avô paterno de Alberto II de Mônaco.

Família[editar | editar código-fonte]

Nascido conde Pedro Maria Xavier Rafael Antônio Melquior de Polignac, ele era o filho do Conde Maxence de Polignac (1857-1936) e de sua esposa mexicana, Susana de la Torre y Mier (1858-1913).

Pierre era um descedente directo da famosa duquesa de Polignac, amiga intima e dama da rainha Maria Antonieta de França.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A 18 de março de 1920, casou-se civilmente em Mônaco com a Princesa Carlota de Mônaco (nascida Charlotte Louise Juliette Louvet), a filha ilegítima mas posteriormente adotada de Luís II, Príncipe de Mônaco e de Marie Juliette Louvet. Como um membro feminino da Casa de Grimaldi só poderia herdar o trono caso seu marido fosse um Grimaldi, Pierre de Polignac tornou-se Príncipe Pierre de Grimaldi, Conde de Polignac em 18 de março de 1920, um dia antes de seu casamento religioso. Ele também adquiriu, via casamento, o título Duque de Valentinois.

O Príncipe Pierre e a Princesa Charlotte se separaram judicialmente em 20 de março de 1930 em Paris. Em 18 de fevereiro de 1933, por ordem de Louis II, eles se divorciaram.

Ele e sua esposa tiveram dois filhos:

Faleceu em 1964 em Neuilly-sur-Seine na França. Encontra-se sepultado na Chapelle de la Paix, Monte Carlo em Mônaco.[1]

Referências