Alberto II de Mônaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alberto II
Coat of Arms of Monaco.svg
Pela Graça de Deus, Sua Alteza Sereníssima o Principe Soberado do Mónaco
The Prince of Monaco in 2013.jpg
Alberto no Fórum Económico Mundial em 2013
Governo
Reinado 6 de abril de 2005 - presente
Investidura 19 de novembro de 2005
Consorte Charlene, Princesa do Mónaco
Antecessor Rainier III
Herdeiro Carolina de Mónaco
Casa Real Grimaldi
Vida
Nascimento 14 de Março de 1958 (56 anos)
Monaco-Ville, Mónaco Mônaco
Filhos Jazmin Grace Rotolo
Alexandre Coste
(ambos ilegítimos)
Pai Rainier III
Mãe Grace Kelly

Alberto II,(no Brasil Albert II) (nascido Albert Alexandre Louis Pierre; Monaco-Ville, 14 de março de 1958) é o chefe da Casa de Grimaldi e o atual príncipe soberano do principado do Mónaco.

Ele é o único filho do príncipe Rainier III de Mônaco (1923-2005), a quem sucedeu, e de sua esposa, a atriz estadunidense Grace Kelly (1929-1982).

Tem duas irmãs, a princesa Caroline de Mônaco, que é a sua herdeira presuntiva, e a princesa Stéphanie de Mônaco.

Alberto II possui o tratamento de Sua Alteza Sereníssima.

Nascimento, juventude e educação[editar | editar código-fonte]

Nascido no Palácio do Príncipe de Mônaco, o príncipe Albert obteve seu diploma de baccalauréat ao final de seu ensino secundário no liceu Albert I, no ano de 1976. Foi um campista e, durante a década de 1970, atuou como supervisor por seis verões em Camp Tecumseh, próximo do lago Winnipesaukee, em Moultonborough, Nova Hampshire.

Em 1977, depois de passar um ano treinando suas tarefas como príncipe, Albert foi matriculado em Amherst College, em Massachusetts, onde estudou ciência política, economia, música e literatura inglesa. Também se juntou à fraternidade Chi Psi.

Passou o verão de 1979 viajando pela Europa e pelo Oriente Médio. Formou-se em 1981, com um Bachelor of Arts em ciência política. Albert também realizou um programa de intercâmbio na Universidade de Bristol, na Inglaterra.

Esportes[editar | editar código-fonte]

O príncipe foi um ávido esportista, praticando cross-country, lançamento do dardo, handebol, natação, judô, tênis, remo, iatismo, squash e esgrima. É patrono dos times de futebol de Mônaco. Participou de competições de bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1988, 1992, 1994, 1998 e 2002. É membro do Comitê Olímpico Internacional desde o ano de 1985.

Família principesca do Mónaco
Casa de Grimaldi
Coat of Arms of Monaco.svg

Em 25 de outubro de 2002, o príncipe Albert visitou Miami, na Flórida, para uma arrecadação de fundos da World Olympics Association no Biltmore Hotel, em Coral Gables.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Houve muita discussão a respeito do longo estado de solteiro do príncipe, embora Albert tenha recebido bastante atenção da imprensa por ter namorado atrizes e modelos conhecidas, tais como Angie Everhart, Catherine Oxenberg, Brooke Shields, Claudia Schiffer e Victoria Zdrok.

Em 10 de fevereiro de 2006, na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, o príncipe Albert foi visto acompanhado da ex-nadadora sul-africana Charlene Wittstock. Foram vistos juntos de novo no evento do Grande Prêmio de Mônaco.

O jovem príncipe Albert e sua mãe Grace Kelly em 1964.

Em agosto de 2006, ela participou do baile anual da Cruz Vermelha em presença da família principesca monegasca, gerando mais especulações sobre seu relacionamento com Albert.

Em março de 2008, a revista francesa Point de Vue escreveu que Albert e Charlene casariam-se no verão de 2008[1] , o que não se verificou.

Ambos continuaram comparecendo a eventos juntos, separados ou ao lado de membros da família Grimaldi. Em Junho de 2010, foi anunciado que estavam noivos.[2]

O príncipe Albert é um dos proprietário da Yoctocosmos (sua rede social) e membro do Fórum Econômico Mundial.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Príncipe Albert II se casou em 1 de julho de 2011 numa cerimonia civil com a ex-nadadora sul-Africana Charlene Wittstock. A cerimonia religiosa ocorreu em 2 de julho de 2011. O casal teve noivo em junho de 2010.[3]

Filhos ilegítimos[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2005, Nicole Coste, uma comissária de bordo da Air France natural do Togo, alegou que seu filho caçula, Alexandre Coste (nascido em 2003), era filho do príncipe. Em 6 de julho daquele ano, Albert confirmou via seu advogado que o bebê era realmente seu filho biológico.

Em 31 de maio de 2006, depois que um teste de ADN confirmou a paternidade de Jazmin Grace Rotolo (nascida em 1992), o príncipe Albert admitiu por meio de seu advogado que ele era o pai de Jazmin, com cuja mãe, Tamara, ele teve um caso. Ele também convidou a adolescente para estudar e morar em Mônaco, mas Jazmin está atualmente matriculada em uma escola privada de San Juan Capistrano, Califórnia.

Regência[editar | editar código-fonte]

No dia 22 de março de 2005, Rainier III, pai de Albert, foi internado em um hospital e ficou em tratamento intensivo, devido à problemas de respiração, rins e coração.

Em 31 de março daquele ano, o Palácio anunciou que o príncipe Albert tomaria as tarefas de seu pai como regente, já que Rainier III não tinha mais condições para exercer suas funções. O príncipe, então com quarenta e sete anos de idade, passou seu primeiro dia como regente cuidando de seu pai doente de oitenta e um anos, que foi o segundo monarca que mais tempo ficou no poder na Europa.

Príncipe de Mônaco[editar | editar código-fonte]

Em 6 de abril de 2005, com a morte de Rainier III, Albert assumiu o título de Albert II

Sucessão do trono[editar | editar código-fonte]

O fato de Albert II nunca ter se casado para ter filhos legítimos tornou-se uma preocupação pública e política, deixando dúvidas quanto à sucessão e à contínua independência de Mônaco (que seria entregue à França caso a Casa de Grimaldi deixasse de existir).

Em 2 de abril de 2002, uma solução legal foi formulada: Mônaco aprovou a lei 1.249, que diz que se o príncipe morrer sem nenhum descendente direto legítimo, o trono passará a seus sobrinhos e aos descendentes destes sobre a regra de preferência masculina. Antes dessa mudança, a coroa monegasca passaria somente para um descendente masculino direto de Albert, tornando suas irmãs inválidas para herdar o trono após sua morte, caso ele continuasse sem filhos. Essa mudança torna a extinção da dinastia Grimaldi pouco provável.

Sua irmã mais velha, Caroline, segue-o como herdeira presuntiva na linha de sucessão ao trono monegasco.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Albert II ocupa duas posições:

  • Sua Alteza Sereníssima, o Príncipe Hereditário de Mônaco, Marquês de Baux (1958-2005).
  • Sua Alteza Sereníssima, o Príncipe Soberano de Mônaco (2005-).

Como Príncipe, encurtou o seu título, seu título oficial é Sua Alteza Sereníssima, o Príncipe Soberano de Mônaco; isto não inclui os muitos outros estilos reclamados pela família Grimaldi.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto II de Mônaco

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Rainier III
Príncipe Soberano de Mônaco
2005 - presente
Sucedido por
titular
Presumível herdeira:
A Princesa de Hannover