Pilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para pela cidade grega, veja Pilos.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pilos.

Pilo[1][2][3] (em latim: pillum; pl. pilla) era uma das armas padrão da legião romana. Era uma lança composta de uma parte de ferro, mais fina e pontiaguda, e outra de madeira, maior e mais pesada. Essas duas partes eram unidas de tal maneira que quando o pilo atingisse seu alvo, a junção das duas partes entortaria, e tornaria difícil para, por exemplo, um adversário arrancar a lança se ela tivesse cravado no seu escudo ou para o inimigo tentar reutilizá-la. Ele então seria obrigado a jogar seu escudo fora para ter maior agilidade, e então o exército inimigo teria um soldado sem a devida proteção. Existiram diversos tipos de pilo, sendo os mais comuns aqueles onde o metal encaixava na madeira e outros onde rebites prendiam o metal à haste. Pilos mais resistentes eram utilizados como falanges no lugar se serem lançadas. Esta arma sofreu consideráveis alterações ao longo do extenso período em que foi utilizada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pilo». Aulete. Consultado em 22 de novembro de 2015 
  2. «Pilo». Michaelis. Consultado em 22 de novembro de 2015 
  3. «Pilo». Priberam. Consultado em 22 de novembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre armas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.