Pirueta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A pirueta é um movimento de giro completo feito no balé, onde o dançarino executa a volta completa do corpo sobre uma perna (enquanto a outra perna está dobrada),[1] o pé de apoio pode estar em meia-ponta ou em ponta.[2] A perna de apoio deve estar firme para que o giro seja executado no lugar, onde os braços e a cabeça ajudam a dar o impulso.[1]

A pirueta pode ser realizada em duas direções: en dedans, quando o dançarino executa a rotação em direção à perna de apoio[2] (giro para dentro, giro para o lado da perna de sustentação)[1]; en dehors quando a rotação é na direção da perna que permanece levantada[2] (giro para fora, giro para o lado da perna que levanta).[1]

História[editar | editar código-fonte]

A pirueta do balé vem sendo desenvolvida por movimentos executados há centenas de anos na história.[2] Onde o balé (ballet) é descendende de uma dança cortesã da Itália renascentista, que trouxe este passo com vários tipos à serem praticados.[2]

Tipos[editar | editar código-fonte]

Em todas as piruetas, é necessário centralizar o corpo com a perna de apoio, mantendo o tronco reto e com os ombros e os quadris encaixados.[2] Existem três tipos de pirueta e como executá-los:[2]

  • Passé ou Sur le cou-de-pied: este tipo de pirueta inicia com um pé sobre o tornozelo e a panturrilha da perna de apoio. Este mesmo pé se eleva para dentro da perna de apoio na qual será executado o giro.[2]
  • Attitude: nessa pirueta adaptada de uma estátua de Mercúrio, uma perna é levantada para trás da dançarina, enquanto a outra serve de apoio para o corpo.[2] A perna levantada dobra em 90 graus, com um braço curvado para cima da cabeça e o outro estendido para o lado. A pirueta é feita a partir do pé levantado para trás, em seguida, a rotação é realizada com a perna levantada sobre a perna de apoio.[2]
  • Arabesque: nesse movimento uma perna é estendida para trás, com a perna de apoio formando um ângulo reto junto ao chão.[2] A de apoio pode está reta ou com o joelho meio torto, enquanto os braços ficam para frente ou para trás do corpo em ângulos retos com a perna de apoio.[2]
  • Grande Pirueta, ou Pirueta à la seconde (Tours à la seconde): pirueta executada com uma perna levantada a 90 graus, tipicamente realizadas por homens.[1] A partir de quinta posição com um grande battement na segunda posição, pernas em demi-plié para impulsionar as voltas.[1] Os braços começam na segunda posição e fecha em primeiro lugar, a perna direita é levantada em segundo lugar, com um movimento rápido para cada turno en dehors.[1]

Aperfeiçoamento[editar | editar código-fonte]

Algumas etapas diárias e passos da dança para a prática de uma pirueta de balé:[2]

  • preparatória;
  • port de bras;
  • tendu;
  • pilé;
  • abrir os braços (opcional);
  • relevé/ retiré/ passé;
  • cabeça gira;
  • cabeça volta;
  • descida;
  • pose final.

Referências

  1. a b c d e f g Almeida, Por Dryelle. «Passos de Ballet - Girando no ballet!». Mundo Bailarinistico. Consultado em 3 de maio de 2023 
  2. a b c d e f g h i j k l m «Conheça 3 tipos de pirueta de ballet». Paixão pela Dança - Evidence Ballet. 14 de março de 2022. Consultado em 3 de maio de 2023