Planète (revista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Planète foi uma revista francesa de Realismo Fantástico fundada por Jacques Bergier e Louis Pauwels. Existiu de 1961 a 1972. Os fundadores eram os autores do livro O Despertar dos Mágicos (Le Matin des magiciens), sub-intitulado "Introdução ao Realismo Fantástico," publicado em Outubro de 1960 (a versão francesa do livro vendeu cerca de 2.000.000 exemplares).

O primeiro número da revista teve uma tiragem de 5000 cópias e teve cinco reimpressões. O pico de vendas excedeu as cem mil cópias.

Graças à revista, autores como Jorge Luis Borges, Robert Sheckley, Fredric Brown e Daniel Keyes tornaram-se conhecidos do público geral; anteriormente, o primeiro desses autores era apenas conhecido por um pequeno número de adeptos de literatura, e os restantes apenas conhecidos por fãs de revistas de ficção-científica.

Tópicos da revista[editar | editar código-fonte]

  • O Fantástico.

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Duas revistas inglesas mantêm o espírito do Planète: Omni e Wired. No Brasil, desde 1973 que existe a revista Planeta.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma revista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.