Planetário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Planetário da UFSM (ao fundo), um dos 29 planetários do Brasil. À frente o relógio solar. Localizado na Universidade Federal de Santa Maria, bairro Camobi, em Santa Maria.

Um planetário é um local onde ocorrem apresentações teatrais sobre astronomia, e que simula o céu, sobretudo noturno, de acordo com a data e local de observação. É normalmente constituido por uma abóbada ou cúpula e por uma máquina colocada no seu centro, que projeta os diferentes objetos celestes.

No seu interior normalmente assiste-se a sessões do planetário, onde se exploram e explicam conceitos da astronomia. Como complemento, muitos planetários tem equipamento audiovisual, como projetores de slides ou sistemas de som, que em muito enriquecem as sessões. É habitual as sessões de planetário serem conduzidas por um apresentador, sob a forma de sessões ao vivo.

Uma fração apreciável dos planetários existentes, são estruturas móveis, facilmente transportáveis, cuja cúpula é de um tecido apropriado, e que mantém a sua forma esférica recorrendo a um sistema que insufla ar para o seu interior.No planetário são usados telescópios, microscópios. Os principais equipamentos utilizados são fabricados com exclusividade pela empresa Asterdomus, de São Paulo. O primeiro planetário foi fundado em 1954 no brasil em São Paulo pela firma Carl Zeiss- famosa fabricante de lentes e sistemas ópticos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Planetário