Plutão (geologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados para a palavra, veja Plutão.

Plutão é a designação dada em geologia às massas de rocha magmática que, procedente de grandes profundidades, se encaixaram entre as rochas suprajacentes, consolidando-se por arrefecimento antes de chegar à superfície. Um plutão forma uma intrusão geralmente de grandes dimensões, com até vários quilómetros de espessura, dentro da rocha encaixante. Na maioria das vezes o magma solifica em profundidades de até 10 km, circunstância que conduz a que os plutões apenas sejam visíveis nos casos em que todo o manto de rocha que os cobria tenha sido eliminado pela erosão. Os mais característicos são os sills, os batólitos e os lacólitos.[1][2]

Notas

  1. Young, Davis A. (2003) Mind Over Magma: the Story of Igneous Petrology, Princeton University Press, ISBN 0-691-10279-1.
  2. Glazner, Bartley, Coleman, Gray, Taylor, Are plutons assembled over millions of years by amalgamation from small magma chambers?, GSA Today: Vol. 14, No. 4, pp. 4-11.


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.