Pochete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma pochete

Uma pochete é uma pequena bolsa com alça que pode ser utilizada na cintura ou ombro. Geralmente seu fecho é feito de zíper. O nome vem do francês pochette. Em português pochete também se aplica a uma bolsa de senhora, com uma fina alça ou com uma pequena pega, normalmente muito discretas.

A palavra pochete teve sua origem na França, quando a Maison Pourchet, fábrica de bolsas com mais de 100 anos, passou a produzí-la em grande escala. Pochete é uma variação de Pourchet.

Se tem relatos do acessório desde antes do século XII, quando teoricamente a moda nasceu. Sempre presente na história da moda, a pochete aparece de formas diferentes ao longo dos anos. No século XI bolsas retangulares eram presas aos cintos e usadas por homens e mulheres. Mas foi no século XII que a pochete, ainda chamada de pockets, se tornou um acessório de moda e começou a ser mais elaborada e enfeitada.

No século XVIII a pochete ganhou uma nova versão e foi rebatizada de chatelâines (nome francês, alias, pochete, que vem de pochette, também é francês). A nova versão tinha correntes de prata e era usada para carregar objetos práticos e de valor. O acessório agora ganhou status e valor fashion.

Mas foi na década de 80 e 90 que a pochete reinou! De todas as cores e materiais, todo mundo usava, admita (mesmo que baixinho!rs) você tinha uma!! Até que, do nada e por nada, se tornou um crime usa-la e a pochete se tornou o acessório mais cafona do mundo. Diferente de uma roupa que apenas sai de moda e vai para o fundo do armário, a pochete foi banida e parou no lixo.

Há anos o acessório ensaia sua volta em desfiles como Hermés, DKNY, Tory Burch, Emporio Armani e Rachel Zoe, mas foi no início deste ano que a pochete ganhou uma grande aliada: Chanel.