Pompeu Probo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pompeu Probo
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Oficial

Pompeu Probo (em latim: Pompaeus Probus) foi oficial romano do século III, ativo no reinado dos imperadores Galério (r. 293–311), Licínio (r. 308–324) e Maximino Daia (r. 305–313).

Vida[editar | editar código-fonte]

Ele aparece pela primeira vez em 307, quando foi enviado por Galério com Licínio a Magêncio na Itália. Em 310, torna-se cônsul posterior com Tácio Andrônico e seu consulado foi reconhecido por Licínio, Galério e Maximino Daia, mas não por Magêncio na Itália nem Constantino na Gália. Entre 310 e 314, Pompeu foi prefeito pretoriano, e julgando que ainda estava em ofício em 314, serviu sob Licínio no Oriente.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
'Licínio

com Constantino
Magêncio II (Roma)
Valério Rômulo II (Roma)

Pompeu Probo
310

com Tácio Andrônico
Magêncio III (Roma)

Sucedido por:
'Galério VIII

com Maximino Daia II
Caio Ceiônio Rúfio Volusiano (Roma)
Arádio Rufino (Roma)


Referências

  1. Martindale 1971, p. 740.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Pompeius Probus 6». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press