Pont au Change

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pont au Change
Pont au Change, vista da ponte de Notre Dame, a esquerda o Palácio da Justiça, a direita o Châtelet
Arquitetura e construção
Design Ponte em arco
Início da construção 1858
Término da construção 1860
Dimensões
Comprimento total 103 m
Largura 30 m
Altura 22 m
Geografia
Cruza Rio Sena
Localização Paris
Coordenadas 48° 51′ N 2° 20′ E

A Pont au Change (Ponte ao Câmbio) é uma ponte parisiense no Sena. Ela conecta a île de la Cité, a partir do Palácio da Justiça, a Conciergerie e o Tribunal de comércio, na margem direita ao nível do teatro do Châtelet. Está localizada no limite entre o e IVº arrondissements de Paris.

A ponte localizada em sua extensão para o sul, ligando o boulevard du Palais na place Saint-Michel (na margem esquerda) é a Pont Saint-Michel.

História[editar | editar código-fonte]

A ponte do século IX[editar | editar código-fonte]

A Pont au Change no Mapa de Truschet e Hoyau (1553).
A Pont au change lotada de casas, em 1577

A primeira ponte que foi construída neste lugar no século IX para atravessar o grande braço do rio Sena, sob o reinado de Carlos o Calvo, era chamada a Grand-Pont (Grande Ponte), em oposição à Petit-Pont (Pequena Ponte) que atravessava o pequeno braço do rio.

Depois das inundações de 1196, 1206, 1280 que lhe removeram 6 arcos ela é levada pela de dezembro de 1296. Em 1280 o Sena transbordou.

Ela foi substituída por uma nova Grand-Pont que se tornou a Pont-aux-changeurs (Ponte dos cambistas), reconstruída de viés ligeiramente a montante, e foi acompanhada pela construção de uma segunda ponte um pouco a jusante, a Pont aux Meuniers.

O seu atual nome provém do fato de que os cambistas, corretores de câmbio hospedavam em seu banco para alterar as moedas. Eles controlavam e regulavam as dívidas das comunidades agrícolas em nome dos bancos. Nesta época, os joalheiros, ourives e cambistas haviam montado suas barracas tão apertadas que não se podia ver o Sena da ponte.[1]

A pont au Change perdeu 2 pilares durante a inundação em 1616.[2] Ela foi destruída na noite de 23 para 24 de outubro de 1621, e pela propagação do incêndio na pont Marchand muita próxima[3][4]

Duas pontes foram substituídas por uma ponte provisória dita Pont de Bois (Ponte de Madeira), antes da Pont au Change não ser reconstruída com o dinheiro dos joalheiros e ourives, de 1639 a 1647.

A ponte de 1647[editar | editar código-fonte]

Monumento à glória da família real construída por volta de 1645, e destruída em 1794

A ponte foi reconstruída em 1639 para 1647 pelos desenhos de Androuet du Cerceau[5] aos custos de seus ocupantes : a ponte em alvenaria consistia de 7 arcos, e, na época, era a mais larga da capital (38,6 m[2]).

Nesta ocasião, um monumento à glória da família real, foi erguido em frente de sua extremidade, na margem direita. Ele será reparado em 1740 e destruído durante a Revolução, em 1794.

A ponte ainda vai ser severamente danificada pelas inundações de 1651, 1658, 1668.[2]

As casas que que ela suportou vão finalmente ser demolidas em 1786. O pintor Hubert Robert ilustrou a demolição dessas casas por várias pinturas, duas das quais estão no Museu Carnavalet de Paris.

A ponte de 1860[editar | editar código-fonte]

A atual Pont au Change foi construída a partir de 1858 a 1860, sob o reinado de Napoleão III e, portanto, tem o seu monograma imperial. Durante o trabalho, uma passarela provisória é instalada entre as duas margens. No mesmo modelo desta nova ponte, a pont Saint-Michel, reconstruída, ao mesmo tempo, atravessa o rio Sena, no alinhamento da margem esquerda.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Visão geral.

Este local é servido pela estação de metrô Châtelet.

Galeria[editar | editar código-fonte]

(15 de agosto) Festa da Assunção[editar | editar código-fonte]

Pont au Change 14 aout 2016.jpg

Livros relacionados com a Pont de Change :

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]