Ponte Internacional Barão de Mauá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ponte Internacional Barão de Mauá
Ponte sobre o Rio Jaguarão
Arquitetura e construção
Estilo arquitetônico Eclético e neoclássico
Design Ponte em arco e tabuleiro superior e arcos inferiores/Ponte sustentada por pilares
Início da construção 1927
Término da construção 1929
Data de abertura 20 de novembro de 1930
Comprimento total 2113 m
Pedágio Não
Geografia
Via 2 vias BR-116, 1 ferroviário
Cruza Rio Jaguarão
Localização Jaguarão,  Brasil, Rio Branco Uruguai
Coordenadas 32° 34′ 11,72″ S, 53° 22′ 41,61″ O

A Ponte Internacional Barão de Mauá é uma ponte sobre o rio Jaguarão, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. A ponte liga as cidades de Jaguarão, no lado brasileiro, e Rio Branco, no lado uruguaio.

Foi construída entre 1927 e 1930, depois de um tratado firmado em 1918 entre os dois países para pagamento de dívida de guerra.

É o primeiro bem binacional tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), reconhecido como primeiro patrimônio cultural do Mercosul.

A ponte mede 2.113 metros de comprimento, sendo 340 metros sobre o rio Jaguarão, tendo 12 metros de largura. Na sua parte central existe uma via férrea com duas bitolas ladeada por duas faixas para veículos de três metros cada uma. As faixas possuem ao longo do comprimento calçada para pedestres.

Na construção da ponte trabalharam 6.215 operários de diversas nacionalidades, o lado uruguaio da ponte foi tombado em 1977, enquanto o lado brasileiro da ponte foi tombado em 2011[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma ponte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.