Prémios Ecsite Mariano Gago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Os Prémios Ecsite Mariano Gago são prémios atribuídos pela associação Ecsite, rede europeia de centros de ciência e museus, a quem demonstrou inovação, criatividade e impacto, na área do envolvimento e comunicação em ciência[1].

Em 2015 foi atribuído aos prémios o nome do ministro da Ciência português, Mariano Gago, como forma de homenagem[2].

O prémio tem o montante de 7.500 euros.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Prémio Ecsite de Criatividade 2015[editar | editar código-fonte]

  • Norsk Teknisk Museum (Oslo) pelo TING, “uma experiência de exposição participativa e imersiva de exploração das relações complexas entre tecnologia e democracia.”

Prémio Ecsite de Parceria Estratégica 2016[editar | editar código-fonte]

  • Museu da Técnica, Estocolmo, Suécia pela parceria realizada com o artista Håkan Lidbo na exposição interactiva “Faz Música com o teu corpo inteiro”.
  • Projeto mais elogiado: Centro Internacional para a Vida, Newcastle (Reino Unido) pela sua parceria com a Universidade Northumbria.

Prémios 2017[editar | editar código-fonte]

  • Prémio "Inteligente e Simples": TRACES – Espace des Sciences Pierre-Gilles De Gennes, Paris (França) pela exposição de ciência Frugal, um projeto inteligente e eficiente em termos de custos que propõe uma nova abordagem à construção de exposições e de bricolage.
  • Prémio "Sucesso Sustentável": Dialogue Social Enterprise, Hamburgo (Alemanha) pelo seu conceito de exposição Diálogo na Obscuridade, uma história de sucesso duradouro com um impacto notável e um modelo económico original e robusto, que representa fidedignamente os valores de inclusão e diversidade.
  • Menção honrosa: NOESIS - Centro de Ciência & Museu de Tecnologia de Tessalónica (Grécia) pela sua liderança corajosa em receber crianças de campos de refugiados de Tessalónica e as suas famílias e oferecer-lhes um programa científico, educacional, cultural e social.

Prémios 2018[editar | editar código-fonte]

  • Prémio "Inteligente e Simples": Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra pelo "Astronomia para Bebés", um filme fulldome para bebés e as suas famílias.
  • Prémio "Sucesso Sustentável": Planetário Tycho Brahe (Copenhaga, Dinamarca) pelo "Feito no Espaço", uma exposição inclusiva e envolvente sobre astrofísica.

Prémios 2019[editar | editar código-fonte]

  • Prémio "Farol do Ano": Barbara Streicher (Gestora executiva no Science Center Netzwerk, Viena, Áustria);
  • Prémio "Sucesso Sustentável": SciCo (Atenas, Grécia);
  • Menção especial: Universcience (Paris, França).

Referências

  1. Ecsite. «Mariano Gago Ecsite Awards». Consultado em 21 de Fevereiro de 2019 
  2. Público (11 de Junho de 2015). «Organização europeia de centros de ciência cria prémios Mariano Gago». Consultado em 21 de Fevereiro de 2019