Produto viável mínimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em empreendedorismo, principalmente no contexto de startups, um produto viável mínimo (MVP, de Minimum Viable Product) é a versão mais simples de um produto que pode ser lançada com uma quantidade mínima de esforço e desenvolvimento.[1]

Um MVP ajuda os empreendedores a iniciarem o processo de aprender da forma mais rápida possível, pois poupa tempo e esforços. Porém, ele não é necessariamente o menor produto imaginável.

Ao contrário do desenvolvimento tradicional de produtos, que geralmente envolve um longo e pensativo período de incubação e busca a perfeição do produto, o objetivo do MVP é começar o processo de aprendizagem, e não finalizá-lo. Ao contrário de um teste de protótipo ou conceito, um MVP foi concebido não apenas para responder questões sobre o design do produto e questões técnicas; Seu objetivo é testar hipóteses fundamentais do negócio.[2][3]

Características[editar | editar código-fonte]

Um MVP possui 3 características principais:

  • Tem valor suficiente para que as pessoas comecem a utilizá-lo
  • Demonstra benefícios suficientes para reter usuários iniciais
  • Fornece um ciclo de feedback para orientar o desenvolvimento futuro

Esta técnica de desenvolvimento assume que os usuários iniciais podem visualizar o produto final a partir do MVP, e que o produto deixa abertura a receber comentários e sugestões a ajudar no desenvolvimento de versões futuras.[4]

Popularização e problemas[editar | editar código-fonte]

Este conceito foi popularizado por Eric Ries, consultor e escritor sobre startups, no livro The Lean Startup.[5]

Hoje o MVP é usado por empreendedores em todo o mundo para ajudar no processo de validação de ideias de negócios e produtos.[6] Porém, o processo de popularização sem os devidos cuidados de adaptação dos conceitos predecessores apresentados no Lean Startup, bem como a realidade cultural e econômica, também contribuíram para que o conceito fosse deturpado.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Eric Ries (2011). The LEAN STARTUP. United States of America: Crown Business. p. 77. ISBN 978-0-307-88789-4 
  2. Eric Ries (2011). The LEAN STARTUP. United States of America: Crown Business. p. 93. ISBN 978-0-307-88789-4 
  3. «Um guia completo para criar um MVP» 
  4. Janssen, Cory. «Minimum Viable Product (MVP)» (em inglês). Techopedia. Consultado em 22 de Fevereiro de 2014 
  5. Schonfeld, Erick (14 de Agosto de 2011). «Lean Startup Thinker Eric Ries: "Don't Be In A Rush To Get Big, Be In A Rush To Have A Great Product"» (em inglês). Techcrunch. Consultado em 22 de Fevereiro de 2014 
  6. Silva, Joao Vitor Chaves (26 de julho de 2016). «Aprenda como validar suas ideias em 5 passos sem gastar nada». Empreenda Junto 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]