Prostilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um tetrastilo prostilo, um templo do período Gupta em Sanchi (Índia).
Prostilo.

Prostilo (em grego: πρόστυλος, transl.: próstylon, «que tem colunas à frente», pelo latim prostȳlos, «idem»), em arquitectura, é um edifício, de base rectangular e cerrado, que possui um pórtico com uma fileira de quatro a seis colunas apenas na sua fachada anterior,[1] ou principal e que não possui colunas exteriores nas restantes laterais. O espaço de entrada do templo prostilo é delimitado por esses elementos.[2] Este estilo pode ser encontrado em particular nos templos gregos e etruscos, tendo os romanos mais tarde incorporado este motivo nos seus edifícios.

Segundo Vitrúvio (III, 2), as colunas eram quatro; mas, não fosse o templo na ilha Tiberina por si citado e outros, não se conhece mais nenhum do mesmo tipo, mas sim templos com diferentes números de colunas na frontaria.[3]

Alguns exemplos de templos prostilo mencione-se o Templo de Antonino e Faustina, na Via Sacra do Fórum Romano ou Templo de Magna Mater, no Palatino.

Aos templos que apresentam colunas nas fachadas anterior e posterior, chamam-se-lhes anfiprostilo.[4]

Referências

  1. Fleming, John; et al. (1981). The Penguin Dictionary of Architecture. Harmondsworth, Middlesex, England: Penguin Books. 254 páginas 
  2. «Prostilo». Infopédia. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  3. Luigi Crema - Enciclopedia Italiana (1935). «Prostilo» (em italiano). treccani.it 
  4. Luigi Crema - Enciclopedia Italiana (1929). «Anfiprostilo» (em italiano). treccani.it