Quinto Júnio Marulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quinto Júnio Marulo
Cônsul do Império Romano
Consulado 62 d.C.

Quinto Júnio Marulo (em latim: Quintus Iunius Marullus) foi um senador romano da gente Júnia nomeado cônsul sufecto para o nundínio de setembro a dezembro de 62 com um colega de nome desconhecido e, depois, com Tito Clódio Éprio Marcelo[1]. Em 62, propôs remover do cargo o pretor Antíscio Sosiano por ter escrito poemas negativos à imagem do imperador Nero. A proposta foi apoiada por todos os senadores menos Públio Clódio Trásea Peto[2].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
'Públio Petrônio Turpiliano

com Lúcio Júnio Cesênio Peto
com Cneu Pedânio Fusco Salinador (suf.)
com Lúcio Veleio Patérculo (suf.)

Públio Mário
62

com Lúcio Afínio Galo
com Quinto Mânlio Ancário Tarquício Saturnino (suf.)
com Públio Petrônio Níger (suf.)
com Quinto Júnio Marulo (suf.)
com Tito Clódio Éprio Marcelo (suf.)

Sucedido por:
'Caio Mêmio Régulo

com Lúcio Vergínio Rufo


Referências

  1. Der Neue Pauly. Stuttgart 1999. T. 6. c. 67.
  2. Tácito, Anais XIV. 48.