Quinto Pompônio Marcelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quinto Pompônio Marcelo
Cônsul do Império Romano
Consulado 121 d.C.

Quinto Pompônio Rufo Marcelo (em latim: Quintus Pomponius Rufus Marcellus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de maio a junho de 121 com Marco Herênio Fausto[1]. Provavelmente oriundo da Hispânia Tarraconense, Marcelo provavelmente era filho de Caio Pompônio Rufo, cônsul sufecto em 98. Entre 136 e 137, Marcelo serviu como procônsul da Ásia. Além disso, sabe-se apenas que ele serviu entre os sodais de Tito[2].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
Lúcio Catílio Severo Juliano Cláudio Regino II

com Antonino Pio I
com Caio Quíncio Certo Publício Marcelo (suf.)
com Tito Rutílio Propinquo (suf.)
com Caio Carmínio Galo (suf.)
com Caio Atílio Serrano (suf.)

Marco Ânio Vero II
121

com Cneu Árrio Áugure
com Marco Herênio Fausto (suf.)
com Quinto Pompônio Marcelo (suf.)
com Tito Pompônio Antistiano Funisulano Vetoniano (suf.)
com Lúcio Pompônio Silvano (suf.)
com Marco Estatório Segundo (suf.)
com Lúcio Semprônio Mérula Auspicato (suf.)

Sucedido por:
Mânio Acílio Avíola

com Lúcio Corélio Nerácio Pansa
com Tibério Júlio Cândido Capitão (suf.)
com Lúcio Vitrásio Flaminino (suf.)
com Caio Trébio Máximo (suf.)
com Tito Caléstrio Tirão Órbio Esperato (suf.)


Referências

  1. Werner Eck & Andreas Pangerl, "Ein Consul Suffectus Q. Aburnius in drei fragmentarischen Diplomen", Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, 185 (2013), pp. 239–247
  2. Françoise Des Boscs-Plateaux. Un parti hispanique à Rome?: ascension des élites hispaniques et pouvoir politique d’Auguste à Hadrien, 27 av. J.-C.-138 ap. J.-C. Casa de Velázquez, 2005. рр. 557—558.