Qurratulain Hyder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Qurratul Ain Hyder
Nascimento 20 de janeiro de 1926
Aligarh, Uttar Pradesh  Índia
Morte 21 de agosto de 2007
Noida  Índia
Ocupação Escritora

Qurratulain Hyder (20 de janeiro de 1926 - 21 de agosto de 2007) foi uma romancista e contista de urdu e jornalista Indiana. Suas obras criticavam o casamento como sendo a única meta de vida da mulher, o materialismo e o sistema de castas da Índia. Assinava seus trabalhos sob o pseudónimo de Ainee Apa. Morreu em agosto de 2007 devido a complicações pulmonares. Foi enterrada no cemitério da universidade Jamia Millia Islamia, em Nova Deli.

Obras literárias[editar | editar código-fonte]

Alguns dos mais famosos trabalhos de Hyder.[1]

  • Aag Ka Duriya (River of Fire)
  • Aakhir-e-Shab ke Hamsafar
  • Mere Bhi Sanamkhane
  • Gardish-e-Rang-e-Chaman
  • Chandni Begam

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Em 1967, recebeu o Sahitya Akademi Award
  • Em 1969, Soviet Land Nehru Award
  • Em 1985, é premiada com o Ghalib Award
  • Em 1989, recebeu o Jnanpith Award pelo seu romance Aakhir-e-Shab ke Hamsafar (Travellers Unto the Night).

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.