Radical (química)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em química, radical é o termo que designa o grupo de átomos combinados numa molécula (orgânica ou inorgânica) capaz de manter sua individualidade numa reação e passível de ser substituído integralmente por um elemento ou outro radical num composto.

O radical fica livre durante pouco tempo enquanto está passando de um composto para outro. Nesse intervalo de um composto para outro, apresenta valência(s) livre(s). É o produto de uma cisão homolitica.

Produção de Radicais livres nos seres vivos[editar | editar código-fonte]

Os radicais livres são produzidos na respiração com a combustão do oxigênio, que mesmo sendo indispensável na vida celular, também produzem essas moléculas, que provocam ao longo da vida efeitos negativos na saúde, devido a sua capacidade de alterar o ADN. Em nosso corpo existem células que se renovam continuamente, como as células da pele, do intestino e outras como as do fígado. Com o passar dos anos, os radicais livres podem produzir uma alteração genética nas células que se dividem continuamente, contribuindo a aumentar o risco de cancro por mutações genéticas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.