Ranulph Fiennes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ranulph Fiennes
Nascimento 7 de março de 1944
Berkshire, Inglaterra
Nacionalidade inglês
britânico
Cidadania Reino Unido
Progenitores
  • Sir Ranulph Twisleton-Wykeham-Fiennes, 2nd Bt.
  • Audrey Joan Newson
Cônjuge Ginny Fiennes, Louise Millington
Filho(s) Elizabeth Twisleton-Wykeham-Fiennes
Alma mater
Ocupação Explorador, escritor
Prêmios Medalha Polar
Ordem do Império Britânico
Título baronete

Sir Ranulph Twisleton-Wykeham-Fiennes, 3.º Baronete, OBE (Windsor, Berkshire, 7 de março de 1944),[1] é um explorador britânico, detentor de vários recordes de resistência e escritor.

Efectuou várias expedições sendo a primeira pessoa a estar em ambos os Polos por via terrestre,[2] e o primeiro a completar a travessia da Antárctida a pé. Em Maio de 2009, com 65 anos de idade, subiu ao monte Evereste.[3] De acordo com o Guinness Book of World Records de 1984, ele era o maior explorador vivo. Em 1986 e, pela segunda vez, em 1994, recebeu a Medalha Polar.[4][5] Fiennes escreveu vários livros sobre o seu serviço militar e as suas expedições, tal como um livro a defender Robert Falcon Scott dos modernos revisionistas.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Sir Ranulph Fiennes | British adventurer and writer». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 9 de março de 2021 
  2. «Home :: Ranulph Fiennes». www.ranulphfiennes.co.uk. Consultado em 9 de março de 2021 
  3. Daily Mail
  4. London Gazette
  5. London Gazette