Redneck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Poor white sharecroppers in Alabama in

Redneck é o termo utilizado nos Estados Unidos da América e Canadá para nomear o estereótipo de um homem branco que mora no interior daquele país e tem uma baixa renda. Sua origem deve-se ao fato de que pelo trabalho constante dos trabalhadores rurais em exposição ao sol acabam ficando com seus pescoços avermelhados (do inglês red neck, "pescoço vermelho"). É usualmente utilizado nos dias atuais para rotular de maneira pejorativa os brancos sulistas conservadores. O termo também é usado amplamente para depreciar a classe trabalhadora e os brancos rurais que são percebidos pelos progressistas urbanos como não liberais o bastante (nos EUA, liberal quer dizer esquerdista ou progressista). Ao mesmo tempo, alguns sulistas brancos recuperaram a palavra, se autoidentificando por meio dela e usando-a com orgulho. Costuma ser traduzido para o português no Brasil pelo termo "caipira" e em Portugal por "saloio". Em filmes norte-americanos dublados no Brasil, redneck é traduzido como matuto ou jeca, exemplo; Mississippi em Chamas (Mississippi Burning em inglês), de fato, norte-americanos fluentes em português que conhece as culturas portuguesa e brasileira considera a palavra inglesa redneck "sinônimo" de matuto ou caipira.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Weston, Ruth D. "The Redneck Hero in the Postmodern World". South Carolina Review, Primavera de 1993
  • Wilson, Charles R. and William Ferris, eds. Encyclopedia of Southern Culture, 1989
Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.