Reference.com

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reference.com
Gênero Enciclopédia, Dicionário, Tesauro
Idioma(s) Inglês, Espanhol
Lançamento fevereiro de 1997
Posição no Alexa BaixaPositiva 184[1]
Proprietário IAC/InterActiveCorp
Página oficial reference.com

Reference.com é uma enciclopédia online,[2] tesauro,[3] e dicionário.[4] O site também possui uma ferramenta de tradução automática[5] e um motor de busca.

Reference.com foi lançado pela InReference, Inc em fevereiro de 1997.[6] O site foi adquirido tempos depois pelo Lexico Publishing Group, LLC. Em 2005, Lexico anunciou que o Reference.com passaria a fornecer buscas de conteúdos da Wikipédia.[7] Em 2007, o site estava entre os 200 sites mais populares da internet.[8] A popularidade do Dictionary.com foi impulsionada pela prática do Google de oferecer um link no início dos resultados da busca que redirecionava para o site Dictionary.com. Esse relacionamento exclusivo acabou sem explicações ao público quando os links do Google foram redirecionados para o Answers.com. Em dezembro de 2009, os links do Answers.com foram substituídos pelo próprio dicionário do Google. Em 3 de julho de 2008, a IAC adquiriu o Lexico Publishing Group, LLC e suas três propriedades: Thesaurus.com, Reference.com, and Dictionary.com.[9][10]

O Reference.com reproduz conteúdos de fontes externas.[11] As fontes do site incluem outros dicionários online, enciclopédias e uma busca de termos encontrados em sites como a Wikipédia e a publicação da CIA, The World Factbook. O site também produz buscas em grupos Usenet e outras mailing lists.[12][13]

Em 2010, o Reference.com estava no top de uma lista compilada pelo The Wall Street Journal que classificava sites pelo número de cookies de rastreamento de terceiros adicionados ao computador do usuário. O Reference.com incluía 234 cookies de rastreamento na primeira vez que o usuário o acessasse.[14]

Referências

  1. «Reference.com Site Info». Alexa Internet. Consultado em 1 de abril de 2014 
  2. «Reference.com – An Ask.com Service». Consultado em 1 de outubro de 2009 
  3. «Thesaurus – An Ask.com Service». Consultado em 1 de outubro de 2009 
  4. «Dictionary – An Ask.com Service». Consultado em 1 de outubro de 2009 
  5. «Translator – An Ask.com Service». Consultado em 1 de outubro de 2009 
  6. «Reference.com Goes Live as the Most Comprehensive Internet Forums Service». Business Wire. 3 de fevereiro de 1997 
  7. «Reference.com Expands Content by Adding Wikipedia Encyclopedia to Search Capabilities». Lexico Publishing Group. 15 de setembro de 2005 
  8. «Reference.com Traffic Details». Alexa.com 
  9. Auchard, Eric (3 de julho de 2008). «Ask.com closes acquisition of Dictionary.com». Reuters 
  10. «Ask.com closes Dictionary.com deal». CNet. 4 de julho de 2008 
  11. «About Reference.com». Reference.com 
  12. Tracy Swedlow (12 de fevereiro de 1997). «New Web Service Provides Search Tool for Usenet and More». PC World 
  13. Anthony Ramirez (4 de janeiro de 1998). «Neighborhood Report: New York Online». New York Times 
  14. «Tracking The Companies That Track You Online». Fresh Air. 19 de agosto de 2010. Consultado em 14 de setembro de 2010. The one site that installed the most was Dictionary.com. A visit to Dictionary.com resulted in 234 trackers being installed on our test computer, and only 11 of those were installed by Dictionary.com.... So on Dictionary.com, the vast majority of the trackers (200 out of 234) were installed by companies that the person visiting the site probably had never heard of." 

Notas[editar | editar código-fonte]