The Wall Street Journal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Wall Street Journal
Wsjfrontpage15.jpg
Periodicidade Diário
Formato Standard
Sede Nova York
 Estados Unidos
Fundação 8 de julho de 1889 (127 anos)
Editor Gerard Baker
ISSN 0099-9660

The Wall Street Journal é um jornal diário internacional em língua inglesa sobre notícias econômicas e que mantém sede em Nova York, Estados Unidos. O jornal é publicado em seis dias da semana pela Dow Jones & Company, uma divisão da News Corp, juntamente com suas edições asiáticas e europeias. O jornal é publicado no formato standard.

O Wall Street Journal é o maior jornal nos Estados Unidos por circulação. De acordo com a Aliança para Auditado Media, Jornal teve uma circulação de cerca de 2,4 milhões de cópias (incluindo cerca de 900.000 assinaturas digitais) em março de 2013, em comparação com 1,7 milhão do USA Today.[1]

O jornal ganhou 39 prêmios Pulitzer até 2015 e deriva seu nome da Wall Street, no coração do distrito financeiro de Lower Manhattan, Nova York. A revista foi impressa continuamente desde a sua criação em 8 de julho de 1889, por Charles Dow, Edward Jones e Charles Bergstresser.[2]

Em agosto de 2007 a empresa News Corporation, propriedade do empresário Rupert Murdoch, anunciou a compra da Dow Jones & Company por 5,6 bilhões de dólares (5.6 mil milhões de dolares em Portugal). A News Corp. é proprietária de mais de uma centena de publicações impressas no mundo, além da rede de FOX e os estúdios de cinema 20th Century Fox.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Plambeck, Joseph (26 de abril de 2010). «Newspaper Circulation Falls Nearly 9%». The New York Times [S.l.: s.n.] 
  2. «The Pulitzer Prizes – What's New». pulitzer.org. Consultado em 2 de setembro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]