The Christian Science Monitor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

The Christian Science Monitor (CSM) é uma organização noticiosa, sem fins lucrativos que publica artigos diários em formato eletrônico, bem como uma edição impressa semanal.[1][2] Foi fundado em 1908 como jornal diário por Mary Baker Eddy, fundadora da Church of Christ, Scientist.[3][4][5][6][7][8]

O Monitor cobre os eventos atuais internacionais e dos Estados Unidos. Sua equipe e relatórios receberam sete Prêmios Pulitzer ao longo dos anos de 1950 a 2002. O jornal inclui um artigo religioso diário na página "The Home Forum", mas afirma que a publicação não é uma plataforma de evangelização.

Referências

  1. Barnett, Jim (27 de Abril de 2010). «What advocacy nonprofits can learn from The Christian Science Monitor». NiemanLab 
  2. Kasuya, Jacquelyn (30 de Abril de 2010). «Nonprofit Christian Science Monitor Seeks New Financial Model». The Chronicle of Philanthropy 
  3. Koestler-Grack, Rachel (2013). Spiritual Leaders. Nova Iorque: Chelsea House 
  4. Alex Beam (9 de junho de 2005). «Appealing to a higher authority». The Boston Globe 
  5. Carnegie Reporter, Vol. 3 No. 3, Nonprofit Journalism: Removing the Pressure of the Bottom Line
  6. eCirc for US Newspapers. Audit Bureau of Circulations
  7. Clifford, Stephanie (28 de outubro de 2008). «Christian Science Paper to End Daily Print Edition». The New York Times. p. B8. Consultado em 28 de outubro de 2008. 
  8. «About The Christian Science Monitor». The Christian Science Monitor. Consultado em 24 de Dezembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.