21st Century Fox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Twenty-First Century Fox, Inc.
Tipo Pública
Cotação NASDAQ: FOX
NASDAQ: FOXA
Indústria Conglomerado de mídia
Fundação Nova York, Estados Unidos (28 de junho de 2013 (2013-06-28)(1 Ano ))
Fundador(es) Rupert Murdoch
Sede 1211 Avenue of the Americas, Nova York, NY 10036,  Estados Unidos
Áreas servidas Mundial
Pessoas-chave Rupert Murdoch
(Chairman & CEO)
Lachlan Murdoch
(Co-CEO)
Chase Carey
(Presidente & COO)
James Murdoch
(COO)
Produtos Programação a cabo, filmes, televisão por satélite, eventos esportivos, televisão e websites.
Antecessora(s) News Corporation
Sítio oficial 21cf.com

A 21st Century Fox é um grupo de comunicação social norte-americano. É uma das duas empresas fundadas após a divisão da News Corporation (fundada por Rupert Murdoch em 1979) em 2013. A 21st Century Fox mantém as propriedades audiovisuais e de radiodifusão da antiga News Corporation e serve como o seu sucessor legal, enquanto que as propriedades de escrita tiveram um spin-off para formar a News Corp ao mesmo tempo. A divisão foi feita para segurar que as duas empresas estejam operadas sob uma direção mais "focada", em que Murdoch aclamou que seriam "desbloqueadas" o seu verdadeiro valor.

Algumas das suas holdings são a Fox Entertainment Group (a qual inclui a 20th Century Fox, o canal Fox, entre outros), o operador pan-asiático STAR TV, o serviço de TV por assinatura Sky Italia, assim como participações na BSkyB e na Sky Deutschland.

História[editar | editar código-fonte]

A 21st Century Fox foi formada através da divisão da propriedades de mídia e entretenimento da News Corporation. Rupert Murdoch mantém-se como chairman, CEO e acionista maioritário da nova empresa, juntando-se Chase Carey como o seu presidente e COO. O conselho de direção da News Corporation aprovou a divisão a 24 de maio de 2013, enquanto que os seus acionistas aprovaram a divisão a 11 de junho de 2013. A empresa completou a divisão a 28 de junho e começou a negociar na NASDAQ a 1 de julho.[1] [2] [3] [4] Os planos para a divisão foram originalmente anunciados a 28 de junho de 2012, enquanto que detalhes adicionais e um nome provisório da nova empresa foram revelados a 3 de dezembro de 2012.[5] [6] [7]

Murdoch referiu que, ao fazer esta divisão, estaria a "desbloquear os verdadeiros valores das duas empresas e os seus ativos, permitindo aos investidores beneficiar das operações estratégicas separadas, resultando num controlo mais focado de cada divisão". Esta jogada também deve-se à série de escândalos que destruiu a reputação das operações escritas no Reino Unido.[3] [5] A divisão foi estruturada para que os ativos de escrita da News Corporation passassem para a semelhantemente chamada News Corp, fazendo com que a atual News Corporation fosse renomeada 21st Century Fox e fosse a sua sucessora legal.[4] [8] [9]

Enquanto a nova empresa foi original chamada de Fox Group, a 16 de abril de 2013, Murdoch anunciou o novo nome como forma de manter a herança da 20th Century Fox enquanto que o grupo avançava para o futuro. O seu logótipo foi oficialmente revelado a 9 de maio de 2013, apresentando uma versão modernizada dos holofotes da Fox.[10] [11] Embora isso, a marca da 21st Century Fox não inclui a divisão da 20th Century Fox (que mantém o seu nome original).[12]

A formação da 21st Century Fox foi oficialmente finalizada a 28 de junho de 2013. Começou formalmente a negociar na NASDAQ e na Australian Securities Exchange a 1 de julho de 2013.[13] [14]

A 8 de janeiro de 2014, Rupert Murdoch anunciou planos para retirar as ações da 21st Century Fox da Australian Securities Exchange, a favor de somente negociar na NASDAQ. A sua presença na Austrália era menor ao contrário da News Corp. Murdoch referiu que as mudanças, esperadas para serem completadas em junho de 2014, iriam "simplificar o capital e a estrutura de operação" da 21st Century Fox e fornecer uma "liquidez melhorada" aos acionistas.[14] [15]

A 26 de março de 2014, a 21st Century Fox anunciou a entrada de Lachlan e James Murdoch, filhos do Chairman Rupert Murdoch, como co-chairman e co-COO respetivamente.[16]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Wall, Matthew (11 de junho de 2013). News Corp shareholders vote to split company into two BBC News. Visitado em 11 de junho de 2013.
  2. Rupert Murdoch splits empire but keeps faith in tomorrow's newspapers The Guardian (18 de junho de 2013). Visitado em 18 de junho de 2013.
  3. a b News Corp. board approves company split, set for June 28 Los Angeles Times. Visitado em 25 de maio de 2013.
  4. a b News Corp. plans June 11 shareholder vote on company split Los Angeles Times. Visitado em 14 de maio de 2013.
  5. a b "News Corp confirms plan to split the media giant", BBC News, 28 de junho de 2012. Página visitada em 28 de junho de 2012.
  6. News Corp. Will Use Fox Name as Breakup Proceeds Bloomberg. Visitado em 3 de dezembro de 2012.
  7. New News is good news, says mogul Business Day Fairfax Media. Visitado em 29 de maio de 2013.
  8. Sweney, Mark. "News Corp's head of demerged newspaper arm may take home £2.5m", 21 de dezembro de 2012. Página visitada em 26 de dezembro de 2012.
  9. Chozik, Amy. "In Filing, News Corp. Says Publishing Business Showed $2.1 Billion Loss", 21 de dezembro de 2012. Página visitada em 26 de dezembro de 2012.
  10. 21st Century Fox logo unveiled ahead of News Corp split The Verge. Visitado em 9 de maio de 2013.
  11. Finke, Nikki. 21st Century Fox Is Rupert Murdoch’s Renamed Entertainment Giant “To Take Us Into Future.” Deadline.com (16 de abril de 2013).
  12. No Name Change for 20th Century Fox Deadline.com (16 de abril 2013).
  13. News Corp officially splits in two BBC News. Visitado em 29 de junho de 2012.
  14. a b Murdoch’s 21st Century Fox Abandons Australia Listing Bloomberg. Visitado em 9 de janeiro de 2014.
  15. Fox stock may no longer trade in Murdoch's native Australia Los Angeles Times. Visitado em 9 de janeiro de 2014.
  16. 21ST CENTURY FOX ANNOUNCES BOARD AND EXECUTIVE LEADERSHIP CHANGES. Visitado em 28 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]