Comcast

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Comcast Corporation
Empresa de capital aberto
Cotação NASDAQ: CMCSA
Indústria
Fundação 28 de junho de 1963 (1963-06-28), em Tupelo, Mississippi, EUA
Fundador(es)
  • Ralph J. Roberts
  • Daniel Aaron[1]
  • Julian A. Brodsky
Sede Filadélfia, Pensilvânia, EUA
Área(s) servida(s) Mundo[2]
Pessoas-chave
  • Brian L. Roberts
  • (Presidente do conselho de administração e diretor executivo)
  • Michael Cavanagh[3]
  • (Vice-presidente executivo sênior, Diretor financeiro)
  • David L. Cohen
  • (Vice-presidente executivo)
Empregados 153,000 (Dez 2016)[4]
Produtos
Divisões
Subsidiárias
  • Midco (49%)
  • Comcast Interactive Media
  • Comcast Spectacor
  • Comcast Ventures
Lucro Baixa US$8.69 bilhões (2016)[6]
Faturamento Baixa US$80.40 bilhões (2016)[6]
Website oficial www.corporate.comcast.com

A Comcast Corporation, é um conglomerado de mídia e entretenimento dos Estados Unidos, fundado no ano de 1963. Em sua lista de aquisições, encontra-se a empresa NBC Universal, a produtora de animações DreamWorks e várias outras empresas. A Comcast iniciou longas mudanças em seu catálogo empresarial, desenvolvendo novos projetos ainda mais ambicios e chegou a ser até 2017 o maior conglomerado de mídia do mundo.

A Comcast agora possui uma diversidade de empresas, 3 cadeias de emissoras de TV, 38 estações de televisão, 20 canais a cabo, vários estúdios de produção (incluindo Universal Studios), duas grandes arenas multiuso em Filadélfia, bem como ações de hóquei no gelo da equipe profissional Philadelphia Flyers. Pela aquisição NBC-Comcast também está envolvido no portal de vídeo Hulu, juntamente com a Disney, News Corp. e a holding Providence Equity Partners.

A Comcast desenvolve redes de banda larga, está envolvida no retalho eletrônico e na transmissão de conteúdo televisivo. Após a fusão com a NBCUniversal, a Comcast se tornou o maior conglomerado de mídia do planeta por receita, ultrapassando a Walt Disney Company, mas deixaria de sê-lo em junho de 2018 após a The Walt Disney Company efetivar um acordo para a compra do conglomerado da 21st Century Fox, em detrimento da proposta da Comcast.

Em abril de 2016 comprou a DreamWorks Animation por 3,8 Bilhões.[7]

Em 22 de Setembro de 2018, após 21 meses de longa disputa com a também norte-americana 21st Century Fox para comprar empresa britânica Sky e a companhia ofereceu 17,28 libras por ação, totalizando a oferta em um impressivo valor de US$ 39 bilhões[8]. A empresa enxerga essa oferta como uma chance de reduzir sua dependência em relação ao mercado americano e aumentar a sua presença na Europa com compra da Sky[9].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]