Micron Technology

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Micron Technology, Inc.
Empresa de capital aberto
Cotação NASDAQ: MU
Atividade Semicondutores
Fundação 5 de outubro de 1978
Sede Boise, Idaho, Estados Unidos
Área(s) servida(s) No mundo todo
Produtos DRAM
Memória flash
Unidade de estado sólido
Website oficial www.micron.com
DDR4 RDIMM apresentando o logotipo da Micron (extrema esquerda) e o logotipo Crucial (centro à direita).
Unidade de estado sólido de 525GB da marca Crucial.
Cartão de memória Lexar SDXC UHS-II (frente e verso) fabricado enquanto a empresa era propriedade da Micron.
Cartões de memória SD da marca Crucial em 2007.

Micron Technology, Inc. é um produtor americano de memória de computador e armazenamento de dados de computador, incluindo memória dinâmica de acesso aleatório, memória flash e unidades flash USB. Ela está sediada em Boise, Idaho. Seus produtos de consumo são comercializados sob as marcas Crucial[1] e Ballistix. A Micron e a Intel criaram juntas IM Flash Technologies, que produzem memória flash NAND. Foi proprietária da Lexar entre 2006[2] e 2017.[3]

História[editar | editar código-fonte]

1978-1999[editar | editar código-fonte]

A Micron foi fundada em Boise, Idaho, em 1978[4] por Ward Parkinson, Joe Parkinson, Dennis Wilson e Doug Pitman como uma empresa de consultoria de designde semicondutores.[5] O financiamento inicial foi fornecido pelos empresários locais de Idago, Tom Nicholson, Allen Noble, Rudolph Nelson e Ron Yanke. Posteriormente, recebeu financiamento do bilionário Idaho JR Simplot, cuja fortuna foi feita no negócio da batata. Em 1981, a empresa mudou da consultoria para a fabricação com a conclusão de sua primeira unidade de fabricação de wafer ("Fab 1"), produzindo chips DRAM de 64K.

Em 1984, a empresa abriu o capital.[6]

Em 1994, o fundador Joe Parkinson se aposentou como CEO e Steve Appleton assumiu como presidente do conselho, presidente e CEO.[4]

Uma fusão de 3 vias em 1996 entre ZEOS International, Micron Computer e Micron Custom Manufacturing Services (MCMS) aumentou o tamanho e o escopo da empresa;[4] isso foi seguido rapidamente com a aquisição da NetFrame Systems em 1997, em uma tentativa de entrar na indústria de servidores de médio porte.[7]

2000-presente[editar | editar código-fonte]

Em 2000, Gurtej Singh Sandhu e Trung T. Doan da Micron iniciaram o desenvolvimento de filmes high-k de deposição de camada atômica para dispositivos de memória DRAM. Isso ajudou a impulsionar a implementação econômica de semicondutor de memória, começando com DRAM de nó de 90 nm.[8][9] O padrão duplo de pitch também foi pioneiro por Gurtej Singh Sandhu na Micron durante os anos 2000, levando ao desenvolvimento de memória flash NAND de classe 30 nm e, desde então, foi amplamente adotado por fabricantes de flash NAND e memória RAM no mundo todo.[8][10]

A Micron e a Intel criaram uma joint venture em 2005, com base em IM Flash Technologies em Lehi, Utah.[11] As duas empresas formaram outra joint venture em 2011, IM Flash Singapore, em Singapura.[12] Em 2012, a Micron tornou-se proprietária exclusiva desta segunda joint venture.[carece de fontes?]

Em 2006, a Micron adquiriu a Lexar, fabricante americada de produtos de mídia digital.[2]

A empresa mudou novamente de liderança em junho de 2007, com o COO Mark Durcan se tornando presidente.[13]

Em 2008, a Micron converteu a fábrica de chips Avezzano, anteriormente uma fábrica de DRAM da Texas Instruments, em uma instalação de produção para sensores de imagem CMOS vendidos pela Aptina Imaging.[14]

Em 2008, a Micron desmembrou Aptina Imaging, que foi adquirida pela ON Semiconductor em 2014. A micron manteve uma participação na cisão.[15] A empresa principal sofreu contratempos, no entanto exigindo demissões de 15 por cento de sua força de trabalho em outubro de 2008,[16][17] período durante o qual a empresa também anunciou a compra da participação de 35,6% da Qimonda na Inotera Memories, Inc. por $ 400 milhão.[18] A tendência de demissões e aquisições continuou em 2009 com a demissão de 2.000 funcionários adicionais,[19][20] e a aquisição da empresa de microdisplay FLCOS Displaytech.[21] A Micron concordou em comprar a Numonyx, fabricante de chips flash, por US $ 1,27 bilhão em ações em fevereiro de 2010.[22]

Em 3 de fevereiro de 2012, o CEO, Steve Appleton, morreu em um pequeno acidente de avião da Lancair em Boise, Idaho.[23][24][25] Mark Durcan substituiu Appleton como o CEO logo em seguida,[26] eliminando seu antigo título de presidente.[27]

Em 2013, a fábrica de chips Avezzano foi vendida para a LFoundry.[14]

No período de 2012-2014, a Micro novamente passou por um ciclo de aquisição-dispensa, tornando-se o acionista majoritário da Inotera Memories, adquirindo a Elpida Memory[28] por $ 2 bilhões e as ações restantes na Rexchip, uma empresa de fabricação de chips de memória para PC entre a Powerchip e Elpida Memory por $ 334 milhões,[29][30] ao anunciar planos para demitir aproximadamente 3.000 trabalhadores.[31][32] Por meio da aquisição da Elpida, a Micron se tornou a principal fornecedora da Apple Inc. para iPhone e iPad.[28]

Em dezembro de 2016, a Micron concluiu a aquisição dos 67% restantes da Inotera, tornando-a uma subsidiária 100% da Micron.[33]

Em abril de 2017, a Micron anunciou Sanjay Mehrotra como novo presidente e CEO para substituir Mark Durcan.[34][35]

Em junho de 2017, a Micron anunciou que estava desecontinuando o negócio de armazenamento de mídia removível de varejo da Lexar e colocando alguns ou todos à venda.[36] Em agosto daquele ano, a marca Lexar foi adquirida pela Longsys, uma empresa de memória flash com sede em Shenzhen, China.[3]

Em 5 de dezembro de 2017, a Micron processou os rivais United Microelectronics Corporation e Fujian Jinhua Integrated Circuit Co. (JHICC) no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte da Califórnia, alegando violação de suas patentes de DRAM e direitos de propriedade intelectual.[37]

Em maio de 2018, a Micron Technology e a Intel lançaram a memória QLC NAND para aumentar a densidade de armazenamento.[38] A empresa ficou em 150º na lista do Fortune 500 das maiores corporações dos Estados Unidos em receita.[39]

Em fevereiro de 2019, o primeiro cartão microSD com capacidade de armazenamento de 1 terabyte (TB) foi anunciado pela Micron.[40]

Em março de 2021, 3,84TB Micron 5210 Ion era o SSD de grande capacidade mais barato do mundo.[41]

Em setembro de 2020, a empresa apresentou a solução de memória gráfica discreta mais rápida do mundo. Trabalhando com a líder em tecnologia de computação NVIDIA, a Micron estreou o GDDR6X nas novas unidades de processamento gráfico (GPUs) NVIDIA® GeForce RTX™ 3090 e GeForce RTX 3080.[42]

Em novembro de 2020, a empresa lançou um novo chip NAND 3D de 176 camadas. Ele oferece latência de leitura e gravação aprimorada e está programado para ser usado na produção de uma nova geração de drivers de estado sólido.[43]

A partir de 2021, a Micron deverá vender sua fábrica de chips Lehi, Utah para a Texas Instruments.[44]

Referências

  1. «Crucial service center in India». Consultado em 28 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2019 
  2. a b «Micron Technology, Inc., and Lexar Media, Inc. Announce Completion of Transaction» (Nota de imprensa). 21 de junho de 2006. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2017 
  3. a b «Longsys Acquires Lexar Brand, a Leading Brand for High-Performance Removable Storage Solutions». Longsys.com. 31 de agosto de 2017. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2017 
  4. a b c «Micron Company Milestones». Micron. Consultado em 7 de junho de 2012. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2014 
  5. Allan, Roy A. (2001). A history of the personal computer: the people and the technology. [S.l.]: Allan Publishing. p. 16. ISBN 0-9689108-0-7. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  6. Staats, David (18 de outubro de 2018). «Tales of Micron's 40 years». Idaho Statesman. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  7. Moore, John (15 de junho de 1997). «Micron agrees to buy NetFrame». Consultado em 28 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2016 
  8. a b «IEEE Andrew S. Grove Award Recipients». IEEE Andrew S. Grove Award. Institute of Electrical and Electronics Engineers. Consultado em 29 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 4 de julho de 2019 
  9. Sandhu, Gurtej; Doan, Trung T. (22 de agosto de 2001). «Atomic layer doping apparatus and method». Google Patents. Consultado em 29 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 5 de julho de 2019 
  10. «Micron Named Among Top 100 Global Innovators for Sixth Straight Year». Micron Technology. 15 de fevereiro de 2018. Consultado em 29 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 5 de julho de 2019 
  11. «Intel, Micron to form flash-chip venture». Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2013 
  12. Murray, Matthew (21 de abril de 2011). «Intel, Micron Open Singapore NAND Flash Plant». PC Magazine. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 22 de abril de 2019 
  13. GmbH, finanzen net. «Longtime Micron Tech CEO Mark Durcan To Retire | Markets Insider». markets.businessinsider.com. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 17 de junho de 2019 
  14. a b Lammers, David. «LFoundry: new frontiers, new opportunities». Consultado em 30 de agosto de 2021 
  15. «Aptina boosts image; embraces foundries». Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 18 de maio de 2013 
  16. Vance, Ashlee (9 de outubro de 2008). «Memory Maker Reduces Work Force». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de junho de 2019 
  17. Gohring, Nancy (9 de outubro de 2008). «Micron to cut staff by 15%». Network World (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de junho de 2019 
  18. «Micron to pay $400 million for Qimonda's Inotera stake». Reuters (em inglês). 13 de outubro de 2008. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de junho de 2019 
  19. «FOXNews.com - Micron Tech to cut up to 2,000 more jobs in Idaho - Science News | Science & Technology | Technology News». www.foxnews.com. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de junho de 2019 
  20. «Micron Tech To Cut 2,000 Jobs». Granted Blog (em inglês). 24 de fevereiro de 2009. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  21. «Micron acquires assets of Displaytech; gains FLCOS microdisplay technology». Laser Focus World (em inglês). 2 de junho de 2009. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de junho de 2019 
  22. Swanekamp, Kelsey. «Micron Shares Short Out». Forbes (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2018 
  23. «Micron says CEO Steve Appleton has died in a Boise plane crash». Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2012 
  24. «Statement by Micron Technology Board of Directors». Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2012 
  25. «Micron Tech CEO Dies in Plane Accident». 4 de fevereiro de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2017 
  26. «Archived copy». Consultado em 30 de agosto de 2021. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2013 
  27. «Archived copy». Consultado em 30 de agosto de 2021. Arquivado do original em 1 de janeiro de 2015 
  28. a b Crothers, Brooke (31 de julho de 2013). «Micron completes $2 billion buy of chip supplier to Apple». CNET.com. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  29. «Micron and Elpida Announce Sponsor Agreement». Micron Technology. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2019 
  30. «Powerchip to sell Rex stake to Micron - Taipei Times». www.taipeitimes.com. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  31. «Micron may shut Israel plant by 2015». Ynetnews. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2019 
  32. mcarmel@idahopress.com, MARGARET CARMEL. «Past and current Micron employees report job cuts, Micron silent on numbers». Idaho Press (em inglês). Consultado em 17 de junho de 2019. Cópia arquivada em 17 de junho de 2019 
  33. «Taiwan determined to fully support IC industry: Tsai». FocusTaiwan.tw. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2016 
  34. «Micron Appoints Sanjay Mehrotra as President and Chief Executive Officer». micron.com. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 28 de abril de 2017 
  35. Tallis, Billy (27 de abril de 2017). «Micron Hires New CEO: Sanjay Mehrotra, SanDisk Co-Founder and Former CEO». Anandtech. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 28 de abril de 2017 
  36. Hawkins, Jay (26 de junho de 2017). «Micron Technology, Inc. - Micron Discontinuing Lexar Removable Storage Retail Business». Micron.com. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2017 
  37. «Why Did Micron Sue Chinese Companies over DRAM Technology?». 19 de janeiro de 2018. Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2019 
  38. «Intel and Micron launch QLC NAND memory to increase storage density». TechSpot (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 23 de maio de 2018 
  39. «Micron Technology». Fortune (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2018 
  40. «Micron Unveils World's First 1TB microSD Card to Meet Consumer Demand for Mobile Storage». GlobeNewswire. 25 de fevereiro de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  41. Athow, Desire. «This 3.84TB Micron 5210 Ion is the cheapest large capacity SSD right now». TechRadar (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  42. «World's Fastest Discrete Graphics Memory From Micron Powers NVIDIA's Breakthrough Gaming Speeds». GlobeNewswire (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  43. Athow, Desire. «Micron wants to kill hard disk drives with new super cheap flash memory». TechRadar (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  44. Wolf, Marin (1 de julho de 2021). «Texas Instruments to buy semiconductor factory in $900 million deal». Consultado em 30 de agosto de 2021 

Ligrações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.