Star (Disney+)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para a empresa indiana também de propriedade da Disney, veja Star India. Para o serviço de streaming da Star India, veja Hotstar.
Star (Disney+)
Proprietário(s) The Walt Disney Company
Empresa-mãe Disney Media and Entertainment Distribution
Cadastro Obrigatório
Lançamento 23 de fevereiro de 2021; há 6 meses
Área(s) servida(s) Canadá, Europa Oriental e partes da Ásia-Pacífico (veja lista completa)
Estado atual Ativo

Star (estilizado como ST★R) é um centro de conteúdo dentro do serviço de streaming Disney+ que foi lançado em 23 de fevereiro de 2021. O hub está disponível em um subconjunto de países onde o Disney+ é operado; incluindo o Reino Unido, Canadá, Europa Ocidental, Austrália, Nova Zelândia e Cingapura.[1] Na América Latina, um serviço separado de streaming, Star+, foi lançado em 31 de agosto de 2021.

A Star apresenta conteúdo de televisão e filme voltado para o público adulto, em contraste com a programação voltada para a família e franquia apresentada em outros lugares no Disney+. Este conteúdo foi extraído principalmente de bibliotecas de subsidiárias da Disney, incluindo FX, Freeform, Hulu, ABC Signature, 20th Television, 20th Television Animation, 20th Century Studios, Searchlight Pictures, Touchstone Pictures e Hollywood Pictures.[2][3][1][4]

História[editar | editar código-fonte]

A marca "Star" originou-se como uma emissora de satélite baseada em Hong Kong que operava sob esse nome a partir de 1991, e foi adquirida pela News Corporation em 1993.[5] Depois de 2009, a marca Star ficou restrita principalmente à Star China Media, agora de propriedade separada, bem como à Star India, que opera principalmente na Índia, mas também distribui programação de TV vernacular indiana em todo o mundo e o restante da Ásia-Pacífico foi rebatizado de Star para a unidade regional da Fox International Channels.[6] A Star India (bem como todas as operações da Ásia-Pacífico agora do Fox Networks Group[a]) foi então adquirida pela Disney como parte de sua aquisição da 21st Century Fox em 2019.

Durante uma teleconferência de resultados em 5 de agosto de 2020, o CEO da Disney Bob Chapek anunciou que a Disney planejava lançar um novo serviço de entretenimento geral internacional sob a marca Star em 2021. O plano substituiu uma expansão internacional anteriormente anunciada do serviço de streaming americano Hulu, que só se expandiu fora dos Estados Unidos para o Japão.[7] Chapek argumentou que a marca Hulu não era muito conhecida fora dos Estados Unidos, enquanto a Star é uma marca muito mais reconhecida fora dos Estados Unidos.[8]

A Disney anunciou oficialmente a Star e o Star+ em 10 de dezembro de 2020 em seu Evento do Dia do Investidor.[9] Durante o evento, foi anunciado que a Star seria lançada como uma seção de nível superior dentro da interface do Disney+. Controles parentais adicionais seriam lançados junto com a introdução da Star. Embora a Star estivesse disponível sem nenhum custo extra para os assinantes do Disney+, o lançamento do Star coincidiria com um aumento de preço.[10] A Star seria lançada no Canadá, Reino Unido, Europa Ocidental, Austrália, Nova Zelândia e Singapura no dia 23 de fevereiro de 2021, enquanto o serviço seria lançado em Hong Kong e Taiwan no final de 2021.[11] O Star+ seria lançado na América Latina em 31 de agosto de 2021. A Star também será lançado na Europa Central e Oriental, Israel e África do Sul em 2022. Star será lançado na Coreia do Sul em 12 de novembro de 2021. O Japão receberá Star em 27 de outubro de 2021 .[12]

Posteriormente, os feeds europeus da Star Plus, Star Bharat e Star Gold foram renomeados como Utsav Plus, Utsav Bharat e Utsav Gold respectivamente em 22 de janeiro de 2021 para evitar confusão com o hub de streaming.[13]

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

A Star inclui uma gama de conteúdo produzido ou de outra forma propriedade da Disney e suas subsidiárias, incluindo programas de televisão produzidos por ABC Signature, 20th Television, FXP, e suas divisões e antecessores, bem como filmes das bibliotecas da 20th Century Studios, Searchlight Pictures, Touchstone Pictures e Hollywood Pictures. Muito do conteúdo da TV foi originalmente produzido para redes e serviços de propriedade da Disney, como ABC, Hulu, FX e Freeform. Outros programas foram originalmente encomendados por redes de terceiros, mas foram disponibilizados na Star porque a Disney manteve os direitos de distribuição internacional.[3]

A Star não possui conteúdo licenciado de terceiros, exceto na Europa devido às cotas de conteúdo doméstico. Em particular, a Star não terá a maior parte do conteúdo produzido para as redes da Disney por estúdios externos, já que estas empresas vendem os direitos de transmissão internacional de seus respectivos programas.[8] No entanto, na França, devido a regulamentações que obrigam a uma cota de conteúdo nacional em serviços de streaming, o serviço licenciou conteúdo francês de criadores locais (como Gaumont Film Company).[14][15][16]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Linha do Tempo de Lançamentos
Data de Lançamento País / Território
23 de Fevereiro de 2021[17][18]  Alemanha
 Austrália
 Áustria
 Bélgica
 Canadá
 Dinamarca
 Espanha
 Finlândia
 França
 Islândia
 Irlanda
 Itália
 Luxemburgo
 Nova Zelândia
 Noruega
 Países Baixos
 Portugal
 Suécia
  Suíça
 Reino Unido
 Singapura
27 de Outubro de 2021[19]  Japão
12 de Novembro de 2021[19]  Coreia do Sul
Novembro de 2021  Hong Kong
 Taiwan
Meados de 2022[20][21][22]  África do Sul
 Andorra
 Bulgária
 Eslováquia
 Grécia
 Hungria
 Israel
 Liechtenstein
 Polônia
 República Checa
 Romênia
 Sérvia
 Turquia

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Embora as operações da Ásia-Pacífico operem serviços de TV da marca "Star" até agora, em graus variados. Não deve ser confundido com a rede de TV premium japonesa de mesmo nome, que embora então uma joint venture com três parceiros japoneses, é agora um negócio totalmente separado, já que a 21st Century Fox vendeu sua participação antes da conclusão da aquisição da Disney.

Referências

  1. a b Alexander, Julia (10 de dezembro de 2020). «Disney unveils Star, its Hulu replacement for international Disney Plus subscribers». The Verge (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  2. «Disney will fuel international growth with Star brand and Star+ app». TechCrunch (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2021 
  3. a b «R-Rated Features, MA TV Coming to Disney+ Overseas via Star Catalog». CBR (em inglês). 10 de dezembro de 2020. Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2021 
  4. December 11, 2020, Samuel Roberts. «Disney Plus UK will get heaps more TV shows and movies via Star in 2021». TechRadar (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2020 
  5. Tam, Luisa (27 de julho de 1993). «News buys Star TV». South China Morning Post. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 12 de abril de 2019 
  6. Chu, Karen (18 de agosto de 2009). «News Corp. confirms STAR TV breakup». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2019 
  7. «Disney+ to raise its subscription fees, announces 'Star' international streaming service». GSMArena.com (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 12 de dezembro de 2020 
  8. a b Alexander, Julia (4 de agosto de 2020). «Disney is launching a new Star-branded streaming service internationally». The Verge (em inglês). Consultado em 14 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2020 
  9. «Disney Investor Day 2020». The Walt Disney Company (em inglês). 3 de dezembro de 2020. Consultado em 30 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  10. Alexander, Julia (11 de dezembro de 2020). «Disney finally revealed the real Disney Plus». The Verge (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  11. Smith, Chris (11 de dezembro de 2020). «Disney+ is getting its first price hike, but it's going to be totally worth it» ([ligação inativa]). Boy Genius Report (em inglês). Consultado em 19 de abril de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  12. Frater, Patrick (7 de setembro de 2021). «Disney Plus Sets Dates for Korea Launch, Japan Upgrade». Variety (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2021 
  13. «Ziggo voert zenderaanpassingen door». www.totaaltv.nl (em neerlandês). Consultado em 30 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2020 
  14. Florian Mihu (16 de fevereiro de 2021). «Fais pas Ci, Fais pas Ça et Je Te Promets arrivent sur Disney+» (em francês). Disneyphile. Consultado em 21 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2021 
  15. CTC (16 de fevereiro de 2021). «Disney+ : 10 séries européennes dont 4 françaises annoncées» (em francês). AlloCiné. Consultado em 21 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2021 
  16. Keslassy, Elsa (26 de novembro de 2020). «France Leading Charge With E.U. Directive to Get Streamers to Invest in Local Content». Variety (em inglês). Consultado em 23 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2021 
  17. White, Peter (10 de dezembro de 2020). «Disney To Launch General Entertainment Streaming Service Star Globally In February». Deadline Hollywood. Consultado em 28 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2021 
  18. Keane, Sean (28 de janeiro de 2021). «Disney Plus reveals full lineup of Star movies and shows». CNET. Consultado em 28 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2021 
  19. a b Frater, Patrick (7 de setembro de 2021). «Disney Plus Sets Dates for Korea Launch, Japan Upgrade». Variety (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2021 
  20. Sprangler, Todd (12 de agosto de 2021). «Disney Plus Tops Expectations, Reaches 116 Million Subscribers». Variety (em inglês). Consultado em 13 de agosto de 2021 
  21. Ryan, Drew (3 de agosto de 2021). «Disney+ Eastern Europe Launch Countries Revealed Featuring Bonus South Africa». DejaViewstream (em inglês). Consultado em 21 de agosto de 2021 
  22. Lang, Brad (19 de fevereiro de 2021). «Disney+ might be coming to South Africa sooner than expected…». Stuff South Africa (em inglês). Consultado em 13 de agosto de 2021