Darkflix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Darkflix
Logo do Darkflix
Slogan Assista se tiver coragem[1]
Fundação maio de 2019[1]
Fundador(es) Ernani Silva[1]
Sede Brasil
Área(s) servida(s) Brasil
Proprietário(s) DRK Entretenimento
Produtos filmes
Marcas Darkflix/1Films[2]
Empresa-mãe DRK Entretenimento
Website oficial darkflix.com.br

Darkflix é um serviço de streaming brasileiro focado em filmes do cinema fantástico[2] (terror, mistério, ficção científica, fantasia e suspense).[3][4] Foi lançado em maio de 2019 com o slogan "Assista se tiver coragem", e 666 títulos disponibilizados temporariamente de forma gratuita.[1] Com o selo Darkflix/1Films, distribui filmes em mídia física: DVDs e blu-rays.[2] Pertence a DRK Entretenimento, também responsável pelas plataformas Wurlark (estilizado como WÜRLAK), Darkomix e Bradoky.[5] Em 2020 passou a exibir festivais de cinema. Em 2021 foi divulgado que o Darkflix tem cerca de 230 mil usuários.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Ernani Silva começou a desenvolver o Darflix para a Tv a cabo em 2009, mas passou a considerar o lançamento do projeto na internet, devido ao crescimento dos serviços de streaming. Ele decidiu focar ns filmes de terror por ser o gênero que mais gosta, e por ser muito popular. Inicialmente, foi lançado como um canal de TV por streaming, a Darflix TV, com uma programação de 24 horas. Mais tarde, lançou a segunda fase do projeto, uma plataforma de streaming, a Darflix, com títulos dos gêneros mistério, ficção científica, fantasia e suspense. Inicialmente, eram lançados filmes que estavam fora do mercado, mas depois passaram a serem incluídos títulos mais populares. A terceira fase do Darflix será um leitor de HQs.[3] Também estão sendo desenvolvidas produções originais.[1]

Em 2020, exibiu de forma limitada e gratuitamente no Darflix a Mostra MacaBRo, promovida pelo CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil).[6][7][8] Devido ao sucesso da edição do festival, com 400 mil visualizações, a mostra foi transmitida por mais cinco dias, sendo exibidos os títulos mais pedidos pelo público.[9]

Festivais e mostras de cinema[editar | editar código-fonte]

A partir de 2020, o Darflix passou a exibir festivais e mostras de cinema:

Festivais[editar | editar código-fonte]

2020
2021
  • Fantaspoa[14] (no Wurlak)[5]
  • CineCaos (no Wulark)[15]
  • 6º Festival P.O.E de Cinema Fantástico[16]
  • 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online[17]

Outras transmissões[editar | editar código-fonte]

2020
2021

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e Allan Cavioli. «Como funciona a Darkflix, a "Netflix" brasileira – e gratuita – de terror». Info Money. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 19 de novembro de 2020 
  2. a b c d «Como a mídia física persevera em plena era do streaming». Jovem Nerd. Consultado em 16 de abril de 2021 
  3. a b Darkflix, a nova plataforma de streaming brasileira - Filme (vídeo). Brasil: Metrópolis, TV Cultura (YouTube). 27 de maio de 2019. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  4. Juliana Domingos de Lima (22 de abril de 2019). «Darkflix: um streaming brasileiro de terror e suspense». Nexo Jornal. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 22 de abril de 2019 
  5. a b «17º FANTASPOA ACONTECE DE FORMA ONLINE E GRATUITA ATRAVÉS DE NOVA PLATAFORMA DE STREAMING, WÜRLAK». Darkflix. Consultado em 11 de abril de 2021 
  6. Victória Olímpio (21 de outubro de 2020). «CCBB promove mostra MacaBRo, com filmes de terror nacionais». Correio Braziliense. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  7. «Cinema brasileiro de horror é foco de evento online do CCBB em outubro». Omelete. 21 de outubro de 2020. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  8. «'O cemitério das almas perdidas' encerra mostra 'Macabro' de cinema». O Liberal. 23 de novembro de 2020. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  9. «Sucesso na internet, mostra MacaBRo terá mais cinco dias de filmes de terror». O Tempo. 25 de novembro de 2020. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  10. «Fantaspoa on-line exibe filmes em competição na plataforma de streaming Darkflix». Jornal do Comércio. 7 de julho de 2020. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 23 de julho de 2020 
  11. «Mostra MacaBRo libera filmes de terror brasileiros na Darkflix». Correio Braziliense. 26 de novembro de 2020. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2021 
  12. «Darkflix exibe mais de 40 filmes de terror nacionais». Olhar Digital. 27 de outubro de 2020. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2021 
  13. «CRASH: 12ª edição da mostra internacional de cinema chega com novidades». Terra. 23 de dezembro de 2020. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2021 
  14. «Festival de cinema fantástico exibe 160 filmes on-line gratuitamente». Correio Braziliense. Consultado em 1 de abril de 2021 
  15. «O CAOS SE INICIA». CineCaos. Consultado em 14 de abril de 2021 
  16. Wanda Pankevicius Barros. «INSCRIÇÕES PARA O 6º FESTIVAL P.O.E DE CINEMA FANTÁSTICO JÁ ESTÃO ABERTAS». Darkflix. Consultado em 28 de janeiro de 2021 
  17. «Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online começa nesta quarta-feira». O Tempo. Consultado em 12 de maio de 2021 
  18. «Morto em fevereiro, Zé do Caixão ganha destaque em plataformas de streaming no Dia das Bruxas». O Globo. 30 de outubro de 2020. Consultado em 7 de janeiro de 2021 
  19. «DARKFLIX APRESENTA O "ESPECIAL JOHN CARPENTER" COM SELEÇÃO DE GRANDES FILMES DO DIRETOR». Darkflix. Consultado em 11 de abril de 2021 
  20. Paulo Henrique Silva (21 de fevereiro de 2021). «Filmes baseados em livros de Stephen King vão muito além dos sustos». Hoje em Dia. Consultado em 22 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.