HBO Go

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
HBO Go
Proprietário(s) HBO
Gênero Vídeo sob demanda
Cadastro Assinatura dos canais HBO através de provedor de TV paga participante ou assinatura individual do aplicativo HBO Go via App Store, Google Play ou operadoras de telefonia e internet fixa participantes
País de origem  Estados Unidos
Idioma(s) Português, Inglês e Espanhol
Lançamento 18 de fevereiro de 2010
Extinção 31 de julho de 2020; há 22 meses
Endereço eletrônico www.hbogo.com.br
Estado atual Descontinuado (substituído pelo HBO Max)

HBO Go foi um serviço de streaming em todo o mundo oferecido pela rede de TV a cabo premium americana HBO. Ele permitia que os assinantes da HBO transmitissem conteúdo da HBO sob demanda, incluindo séries, filmes, especiais e eventos esportivos, através do site ou aplicativos para smartphones, Smart TVs, consoles de videogame e players de mídia digital. O serviço foi lançado pela primeira vez em 18 de fevereiro de 2010 nos Estados Unidos e chegou ao Brasil no dia 3 de setembro de 2012, restrito apenas a assinantes da Sky que possuíssem o pacote de canais.[1]

Em junho de 2020, a WarnerMedia anunciou que o HBO Go seria descontinuado na América do Norte para dar lugar ao seu novo serviço de streaming, o HBO Max.[2] No Brasil e na América Latina, o HBO Go foi descontinuado em 29 de junho de 2021 coincidindo com o lançamento do HBO Max no território.[3]

Visão geral[editar | editar código-fonte]

O HBO Go é o sucessor do HBO on Broadband, que foi originalmente lançado em janeiro de 2008 para clientes da Time Warner Cable em Green Bay e Milwaukee, Wisconsin.[4][5] A programação de conteúdo disponível no serviço consistia em 400 horas de filmes de longa metragem e filmes originais da HBO (incluindo 130 títulos de filmes que giravam mensalmente), especiais e séries originais que podiam ser baixados sem custo adicional para os assinantes da HBO. Para acessar o serviço, os usuários precisavam ser assinantes de TV a cabo com um pacote HBO e ser clientes do serviço de internet via cabo da Time Warner.

O HBO Go foi lançado nos EUA em 18 de fevereiro de 2010, inicialmente disponível através da Verizon FiOS.[6] Nos anos seguintes, o serviço expandiu-se para outros fornecedores, incluindo a AT&T U-verse, Comcast, Cox Communications, Time Warner Cable,[7] DirecTV,[8][9] Dish Network,[10] Suddenlink Communications,[11] e Charter Communications em alguns estados,[12][13] bem como Google Fiber TV.[14]

No lançamento, o serviço era acessível apenas em computadores através do site da HBO. Aplicativos para dispositivos iOS e Android foram lançados em 29 de abril de 2011, disponibilizando o serviço em smartphones e tablets.[15] O aplicativo teve mais de um milhão de downloads em sua primeira semana e foi baixado mais de três milhões de vezes até o final de junho de 2011.[16][17]

Em outubro de 2011, os players de streaming do Roku se tornaram os primeiros dispositivos conectados à televisão a suportar o serviço, e a disponibilidade foi posteriormente lançada nos consoles Apple TV, Chromecast, PlayStation, Smart TVs Samsung e consoles Xbox. Em 3 de setembro de 2012, o serviço foi lançado no Brasil, com acesso apenas por assinantes da Sky com o pacote HBO. Posteriormente, foi expandido para assinantes de mais operadoras de TV por assinatura.

No dia 7 de dezembro de 2016, o HBO Go passou a ser vendido como um serviço adicional para assinantes de banda larga fixa da Oi em algumas localidades e, no primeiro semestre de 2017, foi disponibilizado para clientes da Vivo.[18] Em 30 de outubro de 2017, foi adicionada a possibilidade de realizar assinaturas do serviço através da App Store e Google Play, se lançando de vez no mercado de streaming.[19]

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

O HBO Go possui uma coleção de filmes (de estúdios que mantêm acordos de distribuição com a HBO, incluindo a 20th Century Fox, a Universal Pictures e a Warner Bros. Pictures), com um número significativo de títulos adicionados e removidos do serviço todos os meses. As séries originais da HBO estão disponíveis de forma permanente. Entretanto, não constam no catálogo várias séries anteriores da HBO, como Tales from the Crypt, Tenacious D, 1st & Ten, Arliss, Da Ali G Show, e The Ricky Gervais Show.[20] Além disso, ao contrário dos serviços de streaming oferecidos pela maioria das outras redes de televisão por assinatura, o HBO Go não fornece acesso a transmissões ao vivo.

Referências

  1. «HBO lança serviço de vídeos online em parceria com Sky». Tecnoblog. 3 de setembro de 2012. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  2. Solsman, Joan E. «HBO is ending HBO Go, renaming HBO Now since HBO Max is live». CNET (em inglês). Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  3. Arouca, Michel (12 de fevereiro de 2021). «WarnerMedia confirma fim da HBO Go no Brasil e o lançamento da HBO Max em junho». Sériemaniacos. Consultado em 2 de junho de 2022 
  4. Gary Levin (21 de janeiro de 2008). «It's not TV, it's HBO – on your computer». USA Today. Gannett Company. Consultado em 5 de outubro de 2012 
  5. Peter Lauria (21 de janeiro de 2008). «HBO on Broadband in Restricted Rollout». New York Post. News Corporation. Consultado em 5 de outubro de 2012 
  6. Georg Szalai (17 de fevereiro de 2010). «HBO GO heads to FiOS». The Hollywood Reporter. Guggenheim Digital Media. Consultado em 5 de outubro de 2012 
  7. R. Thomas Umstead (2 de março de 2011). «Cox To Offer HBO To Go». Multichannel News. NewBay Media 
  8. «DIRECTV to Launch HBO GO and MAX GO, April 12». DirecTV (Nota de imprensa). 11 de abril de 2011 
  9. «DIRECTV to Launch HBO GO and MAX GO, April 12». DirecTV (Nota de imprensa). 11 de abril de 2011 
  10. «Dish Network Offers HBO GO and MAX GO, Presenting More Than 1,800 On-Demand Movies and Original Series to Online Customers». Dish Network (Nota de imprensa). 21 de abril de 2011 
  11. Todd Spangler (26 de abril de 2011). «Suddenlink Takes HBO And Cinemax To Go». Multichannel News. NewBay Media 
  12. Todd Spangler (21 de julho de 2011). «Charter Officially Delivers HBO, Cinemax To Go». Multichannel News. NewBay Media 
  13. «HBO GO / MAX GO». Charter Communications. Consultado em 23 de março de 2015. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2015 
  14. Paul Demery (5 de outubro de 2010). «Amazon and Netflix will be on Google TV». Internet Retailer 
  15. Ryan Lawler (29 de abril de 2011). «HBO Go Now Available on iPad, iPhone and Android». Gigaom. GigaOmniMedia, Inc. 
  16. Todd Spangler (10 de maio de 2011). «HBOGo Apps Top 1 Million Downloads In First Week». Multichannel News. NewBay Media. Consultado em 23 de março de 2015 
  17. Kevin Sullivan (27 de junho de 2011). «HBO GO passes 3 million downloads. Is it worth it?». Entertainment Weekly. Time Inc. Consultado em 23 de março de 2015 
  18. «Assinatura avulsa do HBO Go chega ao Brasil semana que vem e custa R$ 34,90/mês». Canaltech. 2 de dezembro de 2016. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  19. Digital, Olhar (30 de novembro de 2017). «HBO Go está disponível para qualquer pessoa, mesmo sem TV por assinatura». Olhar Digital. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  20. Erik Adams, Sam Adams; Phil Dyess-Nugent, Will Harris and Kyle Ryan (15 de maio de 2013). «It's not TV—and it's not available on HBO Go: 27-plus HBO originals unavailable from the streaming service». The A.V. Club 

Ligações exetrnas[editar | editar código-fonte]