DirecTV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja DirecTV (desambiguação).
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «DirecTV» na Wikipédia em inglês (desde janeiro de 2016). Ajude e colabore com a tradução.
DirecTV

DirecTVnew.svg

DirecTV Headquarters.png
Sede da DirecTV em El Segundo, Califórnia
Razão social DirecTV LLC
Tipo Subsidiária da AT&T[1]
Indústria Televisão por satélite
Gênero Telecomunicações
Fundação 20 de dezembro de 1985 (1985-12-20)
Sede
Área(s) servida(s) Estados Unidos, América Latina e o Caribe
Presidente John T. Stankey (presidente da AT&T Entertainment and Internet Services)[2]
Empregados 27.200 (2013)[3]
Produtos
Holding AT&T
Subsidiárias
Ativos
  • Aumento US$ 21,905 bilhões (2013)[4]
  • Aumento US$ 20,555 bilhões (2012)[5]
Lucro
  • Aumento US$ 31,754 bilhões (2013)[5]
  • Aumento US$ 29,74 bilhões (2012)[5]
Faturamento
  • Aumento US$ 5,15 bilhões (2013)[5]
  • Aumento US$ 5,085 bilhões (2012)[5]
Renda líquida
  • Baixa US$ 2,859 bilhões (2013)[5]
  • Aumento US$ 2,949 bilhões (2012)[5]
Antecessora(s) Hughes Electronics
Website oficial directv.com
Uma antena parabólica padrão da DirecTV com 1 LNB em um telhado

DirecTV (estilizado como DIRECTV) é uma empresa norte-americana provedor do serviço de direct-to-home com sede em El Segundo, Califórnia. Desde julho de 2015, ela é uma subsidiária da AT&T.[1] O seu serviço de satélite, lançado em 17 de junho de 1994, transmite televisão por satélite e áudio digitais nos Estados Unidos, América Latina e o Caribe.[6][7][8] Os seus maiores concorrentes são a Dish Network e os provedores de televisão a cabo. Depois de receber uma aprovação da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a AT&T adquiriu a DirecTV em uma transição avaliada em 48.5 bilhões[1][9] e foi completada em 24 de julho de 2015.[10]

Informação geral[editar | editar código-fonte]

A DirecTV oferece serviços de televisão e áudio para os seus assinantes através de transmissões via satélite. Os serviços incluem o equivalente a muitas emissoras de televisão locais, redes de televisão abertas, serviço de assinatura de televisão, serviços de rádio via satélite, e serviços de vídeo privado. Os assinantes possuem acesso à centenas de canais, se comparado com serviços de televisão a cabo e outros serviços transmitidos via satélite.[11]

A maioria dos assinantes usam antenas que são muito menores do que a primeira geração de antenas, que tinham algumas jardas (metros) de diâmetro. Melhorias na tecnologia de antena, incluído antenas fractais, permitiram uma redução geral no tamanho da antena em todas as indústrias e aplicações. Os equipamentos de recepção incluem uma antena parabólica, um receptor/decodificador integrado e um cartão de acesso da DirecTV, que é necessário para que o receptor/decodificador funcione.[12]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1981, o sistema de televisão por satélite, foi fundado por Stanley Hubbard, um empresário próximo da General Motors e da RCA. Inicialmente, o sistema oferecia mais de 150 canais com sinal digital. O sistema foi desenvolvido pela a empresa e pela a United States Satellite Broadcasting (USSB), que mais tarde seria adquirida pela a empresa, por mais de um milhão de dólares.[13] Em 1994, a empresa é inaugurada, e obtêm cerca de 320.000 assinaturas.[13] Em 1996, a empresa tem cerca de 2.300.000 assinaturas.[13] Em 1998, a empresa adquire a United States Satellite Broadcasting por cerca de 1.300.000 dólares. Com isso, o sistema pode oferecer de 185 à 210 canais. Com essas duas mudanças na história da empresa, o número de assinantes subiu para 4.458.000.

Em 1999, a empresa adquire a PrimeStar por um 1.000.803.000 dólares, ganhando mais 2.300.000 assinantes, sendo no total 6.669.000 assinantes.[13] Em 2000, a empresa oferece seu sistema no Japão, tendo 9.954.000 assinantes.[13] Em 2001, com 10.218.000 assinantes, apenas foi anunciada a intenção de unir a empresa à Echostar, uma empresa que opera satélites da Dish Network.[13] Em 2002, foi considerada a empresa líder de sistema de televisão por satélite pela J. D. Power and Associates, com 11.181.000 assinantes.[13] Em 2003, após a tentativa de negociar com a Echostar, não foi feito nenhum negócio, mas mesmo assim, subiu o número de assinantes para 12.290.000 assinantes.[13] Em 2004, o sistema fica disponível no México, aumentando o número de assinantes para cerca de 13.000.000 assinantes.[13] Em 2007, nos Estados Unidos, foi anunciada a estreia de canais nacionais com imagem em alta-definição, sendo transmitidos com o codec MPEG-4.[14] Foi feita uma compra de uma grande parte da ReplayTV da D&M Holdings.[15] No Brasil, a empresa opera com a Globo Comunicação e Participações S.A, sendo fundida com a SKY Brasil.[16] Em 2009, a empresa se separa da Liberty Entertainment, Inc.[17] Em 2010, Michael White substitui John Malone na presidência da empresa.[18]

Em 2014, o Directv Group, da qual a Directv faz parte foi vendida para a gigante norte-americana das telecomunicações, AT&T. Isso interfere diretamente no mercado brasileiro já que a Directv é dona da Sky Brasil, o que traz a possibilidade da volta da marca Directv para o Brasil e a estreia da AT&T no mercado de telefonia brasileira. [carece de fontes?]

Referências

  1. a b c «Anatel dá sinal verde para compra da Sky pela AT&T». [[Exame (Brasil)|]]. 29 de setembro de 2014. Consultado em 23 de janeiro de 2016 
  2. «AT&T Investor Relations, DirecTV» (em inglês). AT&T 
  3. «2011 Form 10-K, DirecTV» (em inglês). United States Securities and Exchange Commission 
  4. «DIRECTV 2014 Q1 Quarterly Report Form (10-Q)» (XBRL) (em inglês). United States Securities and Exchange Commission. 12 de maio de 2014 
  5. a b c d e f g «DIRECTV 2013 Annual Report Form (10-K)» (XBRL) (em inglês). United States Securities and Exchange Commission. 24 de fevereiro de 2014 
  6. DTV Group (26 de junho de 2010). «DirecTV Caribbean». DirecTV. Consultado em 26 de julho de 2010 
  7. Staff writer (17 de janeiro de 1997). «DirecTV launches first satellite service to Caribbean». South Florida Business Journal. Consultado em 26 de junho de 2010 
  8. «DTV: Stock Quote & Summary Data» (em inglês). Consultado em 23 de março de 2012 
  9. Stelter, Brian (19 de maio de 2014). «AT&T and DirecTV strike $49 billion deal». CNN. Consultado em 19 de maio de 2014 
  10. «AT&T Completes Acquisition of DirecTV». AT&T, Inc. (em inglês). 24 de julho de 2015. Consultado em 24 de julho de 2015 
  11. «DIRECTV – Our Company» (em inglês). DIRECTV, Inc. Consultado em 5 de abril de 2009 
  12. Vines, James (20 de fevereiro de 2003). «Smyrna Businessman Pleads Guilty in Satellite Piracy Case». U.S. Department of Justice (em inglês). Consultado em 5 de abril de 2009 
  13. a b c d e f g h i «The History of Direct TV» (HTML) (em inglês). Consultado em 23 de março de 2012 
  14. Ben Drawbaugh (9 de janeiro de 2007). «DirecTV to carry 100 National HD Channels in 2007» (em inglês). Engadget. Consultado em 23 de março de 2012 
  15. «PRESS RELEASES: 12.13.2007 D&M Holdings Divests ReplayTV» (HTML) (em inglês). 13 de dezembro de 2007. Consultado em 23 de março de 2012 
  16. «A Empresa / Quem Somos» (HTML). Consultado em 23 de março de 2012 
  17. Ben Drawbaugh (4 de maio de 2009). «DirecTV Group to Combine With Liberty Entertainment (Update4)» (em inglês). Bloomberg. Consultado em 23 de março de 2012 
  18. «DIRECTV Completes Malone Exchange Transaction» (HTML) (em inglês). Consultado em 23 de março de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons