Filme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Filme[1][2], fita[3][4] ou película[5][6] é um produto audiovisual finalizado, com uma certa duração, para ser exibido no cinema, na televisão ou em algum outro veículo. Um filme é formado por uma série finita de imagens fixas, registradas sobre um suporte físico e que, projetadas a uma velocidade maior que a capacidade resolutiva da visão humana, dão ao espectador a sensação de movimento. [7]

Gêneros de filmes[editar | editar código-fonte]

Um filme pode ser categorizado em diferentes tipos de gêneros ao mesmo tempo, sendo em um desses gêneros sempre o que é mais destacado durante o longa.

Com a criação de cada vez mais filmes ao longo dos anos, esse meio procura abordar com o passar dos anos ,assuntos originais e inovadores com a intenção de atrair ainda mais pessoas a assistirem os filmes.

Portanto os diferentes tipos de gêneros que já existem até então não podem ser considerados como uma lista definitiva de todos os gêneros que já foram criados.

Principais gêneros[editar | editar código-fonte]

  • Ação apresenta personagens do bem e do mal que usam a força física para resolver seus conflitos,sendo um gênero que normalmente está misturado com outros e muito conhecido por agregar vários filmes de super-heróis que estão fazendo muito sucesso hoje em dia.
  • Aventura é um gênero que apresenta um mundo heroico em que o protagonista passa por diferentes obstáculos em busca de alcançar seu objetivo.
  • Animação normalmente feito por computação gráfica.Seu processo de produção é muito mais lento do que os outros filmes levando normalmente 7 horas para fazer apenas um desenho, mas com o avanço da tecnologia estimasse que esse tempo diminua com o passar dos anos.
  • Chanchada é um filme que possui um humor ingênuo e geralmente voltado para uma população específica, como por exemplo apenas para um determinado país.
  • Drama sua intenção é de causar tensão no público, sendo Tragédias uma forma de drama ,além dos dramas românticos que são um dos mais procurados pelo público.
  • Romance apresenta um enredo entre dois protagonistas que se relacionam amorosamente,tendo geralmente um "final feliz" , mas sempre havendo exceções como por exemplo "Romeu e Julieta".
  • Comédia tem o objetivo de fazer o público rir , tanto de formas visuais como por meio de suas palavras.
  • Fantasia enredo em que utiliza-se a magia ,aspectos sobrenaturais ou extraordinários.
  • Terror ou Horror tem o objetivo de causar medo no público e também de dar sustos, estando ligado diretamente ao suspense causando tensão em algumas cenas do filme.
  • Ficção científica apresenta assuntos relacionados ao futuro, como tecnologia avançada,viagens espaciais para outras galáxias ou para outros planetas,entre outros assuntos ficcionais.
  • Musical pode apresentar qualquer tipo de enredo, mas sempre tendo várias músicas e coreografias ao longo do filme.
  • Faroeste é um gênero clássico dos EUA conhecidos como "filmes de caubóis", apesar de outros países também terem feito sobre essa categoria.
  • Documentário voltado para a exploração da realidade, abordando vários assuntos diferentes, como natureza,animais,biografias ,culturas etc.

Produção de um filme[editar | editar código-fonte]

A elaboração de um filme é algo duradouro e pode-se dar por etapas.

Algumas produções têm muita visibilidade, englobando muitos custos (o filme mais caro produzido teve um custo de cerca de 700 milhões de dólares) e sendo formadas pelas altas empresas de Hollywood, já outras são menores, contando com a menor participação de pessoas em cada equipe.

A produção de um filme pode ser dividida em três fases: a pré-produção, a produção e a pós-produção

A pré-produção[editar | editar código-fonte]

Etapa marcada pelo planejamento do filme.

É onde o roteirista e a equipe especializada no roteiro desenvolvem a história do filme em sua forma cinematográfica. O roteiro separa os momentos da história em cenas individuais que podem ser gravadas e apresenta as falas dos personagens.

Após o roteiro, há outros processos a serem realizados, como a análise técnica ou o plano de imagens, que determinam a maneira como o roteiro será introduzido no filme e como as cenas serão gravadas, além de introduzir cada profissional em sua especialização.

Com as equipes formadas, outros recursos são levados em conta, como o figurino (roupas e acessórios utilizados pelos personagens), as câmeras, os cenários (lugares onde serão gravadas as cenas do filme), dentre outros.

Com o roteiro e os preparativos prontos para o filme, o elenco é formado e dias são marcados.

A produção[editar | editar código-fonte]

Momento das gravações, tudo o que foi preparado na pré-produção é introduzido na produção.

É onde é introduzido o trabalho do diretor, que coordena o set de filmagens e coloca tudo em ordem, orientando aos atores como devem atuar e determinando como será gravada cada cena.

A pós-produção[editar | editar código-fonte]

Etapa de finalização do filme. Com as cenas gravadas, assume daí a equipe encarregada da edição, que, por meio de técnicas e tecnologias editam e finalizam o filme.

É onde ocorre a realização de efeitos especiais, dublagem, trilha sonora, entre outros.

Equipe técnica[editar | editar código-fonte]

Na produção de um filme, atuam diversos profissionais em várias áreas, e todos contribuem para sua finalização. Algumas especializações que podem ser levadas em conta são:

  • Diretor: coordena toda a equipe
  • Roteirista: produz o roteiro
  • Produtor: adapta o roteiro para a versão cinematográfica
  • Produtor executivo: administra a parte financeira e controla os custos do filme.
  • Elenco: atores responsáveis pela representação dos personagens
  • Diretor de fotografia: cuida da iluminação das cenas e escolhe quais câmeras e lentes serão utilizadas
  • Diretor de arte: define como serão os cenários e os figurinos
  • Técnico de som: escolhe os microfones e coordena o trabalho dos micriofonistas

Filme e cinema[editar | editar código-fonte]

Os filmes foram assim denominados a partir do material básico utilizado como suporte para a impressão das imagens, o filme cinematográfico ou película cinematográfica. Segundo Aumont e Marie,[8] "A partir da palavra inglesa film, que significa película, criou-se a palavra francesa film, que desde a origem do cinema designa o espetáculo cinematográfico gravado sobre esta película."

Inicialmente silenciosos ou dependentes de uma sonorização externa a cada nova sessão, os filmes passaram a contar com som sincronizado a partir do final dos anos 1920. Neste mesmo período, a velocidade de projeção das imagens foi padronizada em 24 quadros por segundo.

Filme e vídeo[editar | editar código-fonte]

Com o surgimento da televisão e principalmente das fitas de vídeo, que a partir dos anos 1950 se tornaram um novo suporte físico para imagens com impressão de movimento, a palavra filme passou a designar especificamente os produtos audiovisuais realizados em película (suporte fotográfico), em oposição aos videofonogramas, ou simplesmente vídeos, produzidos em suporte eletrônico.

Mas os desenvolvimentos tecnológicos posteriores foram aos poucos relativizando esta divisão. Ainda nos anos 1950 surgiram os primeiros telecines, aparelhos utilizados para converter filmes cinematográficos em fitas de vídeo, facilitando a exibição destes filmes na televisão e mais tarde a circulação de cópias dos mesmos no mercado doméstico [9]. Em 1981, "Il Mistero di Oberwald", dirigido pelo cineasta italiano Michelangelo Antonioni, tornou-se a primeira obra realizada totalmente em vídeo a ter lançamento comercial nos cinemas do mundo inteiro [10].

A partir dos anos 1990, com a crescente utilização da tecnologia digital, tanto no cinema quanto na televisão e no vídeo, a palavra filme passou a ser usada, cada vez mais, como sinônimo de produto audiovisual, independentemente do suporte de captação ou de finalização. O Dicionário Houaiss (2001) já define 'filme' como "obra cinematográfica registrada em filme", mas também como "obra cinematográfica registrada em qualquer suporte".[11]

Referências

  1. «Filme». Infopédia-Dicionários Porto Editora. Consultado em 11 de junho de 2019 
  2. «Filme». Dicionário Priberam. Consultado em 11 de junho de 2019 
  3. «Fita». Dicionário Priberam. Consultado em 11 de junho de 2019 
  4. «Fita». Infopédia-Dicionários Porto Editora. Consultado em 11/056/2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Película». Infopédia-Dicionários Porto Editora. Consultado em 11 de setembro de 2019 
  6. «Película». Dicionário Priberam. Consultado em 11 de setembro de 2019 
  7. KONIGSBERG, Ira: "The complete film dictionary", Meridian Books, 1987, p. 117
  8. AUMONT, Jacques e MARIE, Michel: "Dicionário Teórico e Crítico de Cinema", Papirus Editora, 2003, p. 128
  9. KONIGSBERG, Ira: "The Complete Film Dictionary", Meridian Books, 1987, p. 373
  10. «Resenha de "Il Mistero di Oberwald" por Jeffrey M. Anderson». Consultado em 26 de maio de 2009 
  11. HOUAISS, Antônio: "Dicionário da língua portuguesa", ed. Objetiva, 2001, p. 1343