Cinema da Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ingmar Bergman e Victor Sjöström, em 1957.
Greta Garbo, em 1931.
Max von Sydow, em 1992.

O Cinema Sueco refere-se essencialmente aos filmes produzidos na Suécia ou no estrangeiro, com participação de suecos. Entre os filmes mais conhecidos estão obras como O Sétimo Selo (1957), Os Emigrantes (1971), A Flauta Mágica (1975), Fanny e Alexander (1982) e Fucking Åmål (1998).[1][2][3][4]

O cinema sueco tem algumas figuras de alto nível ao longo da história. Destacam-se entre os cineastas: Ingmar Bergman e Victor Sjöström, e nos tempos mais recentes Lasse Hallström, Roy Andersson e Lukas Moodysson. Como diretor de fotografia, tem especial relevo Sven Nykvist. Entre os atores e atrizes mais famosos, estão: Greta Garbo e Ingrid Bergman, Max von Sydow, Peter Stormare, Lena Olin e Stellan Skarsgård.[5][6]

Entre os suecos que conquistaram Óscares estão: Ingrid Bergman, Per Hallberg, Paul Ottosson, Ingmar Bergman e Sven Nykvist.[7]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Diretores de fotografia[editar | editar código-fonte]

Atores e atrizes[editar | editar código-fonte]

Instituições cinematográficas[editar | editar código-fonte]

Alguns filmes famosos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://filmtips.org/svenska-filmklassiker/
  2. Lucas Pilatti Miranda. «25 filmes suecos essenciais que você precisa assistir». Canto dos Clássicos. Consultado em 11 de julho de 2017 
  3. Mel Pinheiro. «Sete filmes para conhecer o novo cinema sueco». Cinéfilos. Consultado em 11 de julho de 2017 
  4. AUTOR. «Cinema Sueco». Filmow. Consultado em 11 de julho de 2017 
  5. Oscarsson, Mattias (12 de agosto de 2012). «Svenskarna heta i Hollywood». Sydsvenska Dagbladet. ISSN 1652-814X. Consultado em 11 de julho de 2017 
  6. «Topp 10 svenska skådespelare» (em sueco). 365 sociala situationer. Consultado em 11 de julho de 2017 
  7. http://www.cafe.se/har-ar-alla-14-svenska-oscarsvinnarna-genom-historien-hur-manga-kanner-du-till/

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]