Mikael Persbrandt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mikael Persbrandt
Em 2018, no Festival de Estocolmo
Nascimento 25 de setembro de 1963 (56 anos)
Jakobsberg, Järfälla, Condado de Estocolmo, Suécia
Nacionalidade Sueco
Ocupação Ator

Mikael Åke Persbrandt (25 de setembro de 1963) é um ator sueco. Era um menino Atlético, que gostava de futebol americano e boxe, ele também gostava de construir coisas e achava que seria um astronauta quando crescesse. Na adolescência, suas ambições profissionais mudaram: achou que gostaria de se tornar um dançarino e entrou para a academia de balé. Após o fim de seus estudos Mikel foi fisgado pela atuação. Seu primeiro papel foi de figurante na produção de Rei Lear, na Kunglinga Dramatiska Teatern (Royal Dramatic Theatre), em Estocolmo. Continuou atuando em peças até se juntar ao elenco da novela sueca Rederiet, em 1992. Em 1999, Mikael foi indicado ao Guldbagge Award como melhor ator principal - uma grande conquista. Em seguida, rapidamente se tornou um dos melhores atores suecos. Mikael ganhou fama internacional quando fez Anton, no filme de Susanne Bier, Em um mundo melhor, que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro, em 2011. Normalmente, Mikael interpreta personagens difíceis. Interpretou também, o papel de Beorn no filme O Hobbit.

Links externos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.