Apple TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mergefrom 2.svg
O artigo ou secção Apple TV 3° Geração deverá ser fundido aqui. (desde maio de 2012)
(por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Cheque ambas (1, 2) e não esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.).
Mergefrom 2.svg
O artigo ou secção Apple TV (2ª geração) deverá ser fundido aqui. (desde maio de 2012)
(por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Cheque ambas (1, 2) e não esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.).
AppleTV.png
Set-top box
AppleTV-4th-gen.png
Apple TV de 4ª geração.
Fabricante Apple Inc.
Conectividade Bluetooth, Wi-Fi (802.11a/b/g/n/ac), Ethernet 10/100, Micro-USB (3ª geração)/USB-C (4ª geração), HDMI, Áudio óptico (removido na 4ª geração)
Sistema Operativo 1ª geração: 3.0.2
(baseado no Mac OS X 10.4 Tiger)

(lançado em 10 de fevereiro de 2010)

2ª geração: 6.2.1 (6698.99.19)
(baseado no iOS 7.1.2)

(lançado em 30 de junho de 2014)

3ª geração: 7.2.1 -
(baseado no iOS 8.4.1)

(lançado em 23 de fevereiro de 2016)

4ª geração: tvOS 9.1
(baseado no iOS 9.2.1) (lançado em 8 de dezembro de 2015)
Dispositivos de entrada Apple Wireless Keyboard (funciona com outros teclados Bluetooth), Apple Remote, Apple Siri Remote (apenas para a 4ª geração) (em alguns locais, o controle é chamado de Apple TV Remote), iPhone, iPod touch e iPad (via app para iOS Remote)
CPU 1ª geração: Intel Pentium M
2ª geração: Apple A4
3ª geração: Apple A5
4ª geração: Apple A8
Dimensões 1ª geração:197x197x28 (mm)
2ª e 3ª geração: 98x98x23 (mm)
4ª geração: 98x98x33 (mm)
Loja Online Apple TV

O Apple TV (por vezes descrito erroneamente como iTV) é um reprodutor de mídia digital produzido pela Apple Inc.. O nome do produto e o início das vendas online da Apple TV de 1ª geração foram anunciados por Steve Jobs durante a Feira MacWorld 2007 em San Francisco no dia 9 de Janeiro de 2007. O Apple TV é um equipamento de streaming de mídia digital onde é possível alugar filmes em qualidade SD e HD diretamente pelo aparelho através do iTunes. Também é possível assistir filmes da Netflix, YouTube, Vimeo, Flickr, entre outros, além de poder visualizar, sem fio (via wireless), vídeos e fotos contidos num iPod Touch, iPhone ou iPad e até mesmo conteúdo de um PC ou Mac com iTunes 10.6 ou superior através do AirPlay. No caso dos aparelhos iPhone 4S e iPad 2 ou posterior, é também possível espelhar a tela do aparelho.

História[editar | editar código-fonte]

1ª geração[editar | editar código-fonte]

A Apple TV foi anunciada como um projeto em andamento chamado de “iTV” no dia 12 de setembro de 2006, utilizando uma interface modificada do Front Row que podia ser controlada com o Apple Remote. A Apple deu início à pré-venda da Apple TV em 9 de janeiro de 2007. O nome “iTV” seria originalmente utilizado para manter o aparelho na mesma linha dos seus iDevices (como o iMac, iPod, etc), mas não foi utilizado porquê a rede de televisão britânica ITV já possuía os direitos de uso do nome no Reino Unido e ameaçou a processar a Apple, caso ela utilizasse o nome para o seu produto.

Apple TV começou a ser comercializada em 21 de março de 2007 com um disco rígido de 40 GB. A Apple lançou um modelo de 160 GB em 31 de maio de 2007; A versão de 40 GB teve a sua comercialização encerrada no dia 14 de setembro de 2009.

Em 15 de janeiro de 2008, uma grande (e gratuita) atualização de software foi anunciada, que fez com que a Apple TV se tornasse um dispositivo independente (stand-alone) que não precisava de um computador rodando o iTunes no Mac OS X ou Windows para transmitir ou sincronizar os conteúdos para ele, deixando boa parte do disco rígido da Apple TV sem nenhuma utilidade. A atualização também permitiu a capacidade de alugar e comprar os conteúdos da iTunes Store diretamente no dispositivo, assim como o download de podcasts e a transmissão de fotos armazenadas no MobileMe (na época, conhecido como .Mac) e pelo Flickr.

No dia 10 de julho de 2008, a Apple anunciou o aplicativo iTunes Remote na App Store, e a atualização de software da Apple TV 2.1 que adicionou o reconhecimento do iPhone e do iPod Touch como dispositivos de controle remoto via software, sendo uma alternativa para o Apple Remote. Outras atualizações foram lançadas para a Apple TV, iTunes e o aplicativo Remote que passou a ganhar o suporte ao iPad, e outros novos recursos foram adicionados junto com o iTunes.

Em 9 de setembro de 2015, a Apple oficialmente classificou a Apple TV de 1ª geração como um dispositivo obsoleto/antigo, o que significa que os proprietários da primeira geração do aparelho não receberão qualquer tipo de serviço para os seus dispositivos a partir dessa data.

2ª e 3ª geração[editar | editar código-fonte]

A segunda geração da Apple TV foi anunciada em 1 de setembro de 2010. O aparelho passou a ser uma pequena caixa preta, com ¼ do tamanho comparado com a 1ª geração. O novo modelo deixou de ter um disco rígido e passou a ter um armazenamento interno (memoria flash) de 8 GB, o suficiente para um armazenamento de cache; todo o conteúdo de mídia passou a ser transmitido, ao invés de ser sincronizado. O dispositivo também podia transmitir os conteúdos alugados do iTunes e vídeos a partir de computadores ou dispositivos iOS via AirPlay. Todo conteúdo é recebido através de fontes locais ou online.

Em julho de 2011, a Apple descontinuou a interface Front Row.

No dia 7 de março de 2012, junto com o lançamento do iPad de terceira geração , o CEO da Apple Tim Cook, anunciou a terceira geração da Apple TV. O novo modelo era praticamente idêntico ao da 2ª geração e passou a ter um processador single-core Apple A5. Também passou a suportar a transmissão de conteúdo com resolução 1080p do iTunes e do Netflix. Em 28 de janeiro de 2013, a Apple lançou a 3ª geração “Rev A” que incluiu apenas algumas mudanças no seus componentes internos. No dia 9 de março de 2015, a Apple reduziu o preço da Apple TV de 3ª geração (Rev A) para US$69.

4ª geração[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de setembro de 2015, a Apple anunciou a quarta geração da Apple TV, que começou a ser vendida em outubro de 2015. Essa é a primeira grande mudança da plataforma desde o lançamento da segunda geração da Apple TV em 1 de setembro de 2010. Tim Cook entrou no palco e disse “O futuro da televisão está nos aplicativos”. Ele também afirmou que a Apple TV precisava de um SO mais moderno. Comparando o seu design com os modelos de 2ª e 3ª geração, o aparelho ficou um pouco mais alto do que os seus antecessores. O controle remoto da 4ª geração trouxe um novo controle remoto com interface touch permitindo que o usuário controle e selecione as funções da sua Apple TV, arrastando o dedo na superfície sensível ao toque, substituindo o uso dos botões direcionais do controle antigo. O novo controle também passou a ter um sensor de movimento, bateria recarregável (com entrada Lightning para recarregar o controle) e suporte integrado a Siri. O botão da Siri permite acessar várias funções como procurar conteúdos em vários provedores, acessar informações adicionais do filme e controlar o conteúdo exibido.

A 4ª geração também usa um novo sistema operacional chamado de tvOS que tem uma App Store associada, permitindo o download de aplicativos de terceiros de vídeo, áudio, jogos e entre outros tipos de conteúdo – inicialmente com a disponibilidade limitada de alguns desenvolvedores mas em breve outros irão lançar mais apps utilizando as novas APIs. Um requisito mínimo para todos esses apps e jogos é que eles devem ser adaptados para o uso do novo controle touch com suporte a Siri. Craig Federighi disse que o tvOS é 95% baseado no iOS com a interface e suas APIs modificadas para suportarem telas maiores

Sobre o lançamento, houve vários problemas inesperados que incluíram a incompatibilidade do app Remote do iOS e watchOS, pouca descoberta de aplicativos na loja e a Amazon deixando de vender a Apple TV na sua loja online.

Interface[editar | editar código-fonte]

A exibição do conteúdo do gadget segue a seguinte lista:

  • Filmes (incluindo trailers, e filmes diretamente baixados da internet)
  • Shows de TV;
  • Música
  • Podcast
  • Configurações (Settings)
  • Recursos
  • Youtube
  • Netflix

Formatos suportados[editar | editar código-fonte]

A Apple TV suporta os seguintes formatos de áudio, vídeo e imagem[1]

Áudio

  • HE-AAC (V1)
  • AAC (16–320 kbit/s)
  • AAC protegido por FairPlay
  • MP3 (16–320 kbit/s, ou VBR)
  • Audible (formatos 2, 3, e 4)
  • Apple Lossless
  • AIFF
  • WAV
  • Dolby Digital (5.1 surround sound pass-through) (conhecido como AC-3)

Vídeo

Imagem

AirPlay[editar | editar código-fonte]

A tecnologia Airplay permite que dispositivos com o iOS ou um computador com o reprodutor de mídia iTunes transmita a música para múltiplas caixas estéreo conectados a um Airport Express ou a uma Apple TV. A tecnologia de transmissão utiliza o protocolo "Remote Audio Output Protocol" (RAOP) da Apple, uma variação proprietária do protocolo TSPS/RTP. Caixas de som conectadas nestes dispositivos podem ser selecionadas dentro do programa "Remote", disponível na App Store (para aparelhos com o sistema iOS) ou dentro do programa iTunes. Um Mac rodando OS X Mountain Lion (ou versões posteriores) com processador Intel específico podem espelhar a tela do computador para um Apple TV utilizando a função "AirPlay Mirroring".

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências