Joost

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Joost
Desenvolvedor Niklas Zennstrom e Janus Frii
Versão estável Beta (16-Jan-2007)
Sistema operacional Windows, Mac OS X
Gênero(s) TV na Web/P2P
Licença Freeware
Página oficial www.joost.com

O Joost foi um serviço de televisão exibida via internet desenvolvido pelos mesmos criadores dos softwares Skype e KaZaA. O sueco Niklas Zennström e o dinamarquês Janus Friis criaram o Joost com a intenção de possibilitar a transmissão de conteúdo da TV pela internet de uma forma eficiente e respeitando os direitos autorais.

Os criadores[editar | editar código-fonte]

O sueco Niklas Zennström, de 40 anos, e o dinamarquês Janus Friis, de 30, fizeram história no mundo da tecnologia. Eles promoveram duas revoluções nos últimos anos - e isso não é só força de expressão. Em 2000, inventaram o KaZaA, um programa que permitia trocar músicas grátis pela internet e abalou para sempre os alicerces da indústria fonográfica. Foi a partir do KaZaA que surgiram os sites da Web 2.0, como o YouTube e o Flickr, em que os próprios internautas podem produzir e distribuir o conteúdo na internet. E foi por causa do KaZaA que as gravadoras passaram a vender músicas pela internet, quando perceberam que o compartilhamento de músicas entre os usuários era uma tendência irreversível. Quatro anos depois, Zennström e Friis inovaram novamente. Dessa vez, eles subverteram a ordem do mercado de telefonia. Inventaram o Skype, um programa que permitiu usar o computador como um telefone convencional, só que pagando mais barato pelas ligações. Isso obrigou as empresas de telecomunicações a baixar as tarifas e se adaptar à nova tecnologia de transmissão de voz pela internet. Na semana passada, os "gênios escandinavos", como ficaram conhecidos, voltaram à carga. O alvo, agora, foi a televisão. Eles anunciaram o lançamento do Joost (fala-se "djuust" - lembrando a palavra suco, em ingles, juice, como referencia a ser uma mistura entre web e tv), um programa que vai permitir a transmissão de imagens de TV pela rede.

O serviço foi descontinuado em 2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]