Spcine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Spcine Play)
Spcine
Logo do Spcine
Fundação 2015
Sede São Paulo
Proprietário(s) Prefeitura de São Paulo
Subsidiárias Spcine Play
Website oficial www.spcine.com.br

A Spcine é uma empresa estatal do município de São Paulo, fundada em 2015.[1]

A empresa, autorizada pela Lei 15.929,[2] foi criada durante a gestão de Fernando Haddad na prefeitura, com o objetivo de promover o desenvolvimento da indústria audiovisual paulistana. Vinculada à Secretaria de Cultura, ela passou a englobar as atividades da SP Film Comission, do Circuito SP de Salas de Cinema, do Laboratório de Inovação e Experimentação Audiovisual (LEIA) e da SP Bits, voltada para o mercado de jogos eletrônicos.[3] Sua sede fica na Praça das Artes.[4]

Spcine Play[editar | editar código-fonte]

Spcine Play
Logo do Spcine Play
Fundação 2016
Proprietário(s) Spcine
Website oficial www.spcineplay.com.br

No final de 2016, a Spcine anunciou o lançamento do Spcine Play um serviço de streaming de filmes gratuito,[5] em parceria com a produtora O2 Filmes e a empresa de tecnologia Hacklab.[6] De dezembro de 2020 até 31 de janeiro de 2021, o Spcine Play disponibilizou temporariamente 320 títulos para assistir gratuitamente.[7] A plataforma exibe filmes das principais mostras e festivais de cinema de São Paulo,[5] também exibe festivais em parceria com outras instituições e empresas:

2020
  • Festival de Cinema Russo (promovido pelo Ministério da Cultura da Federação Russa e pela ROSKINO)[8]
  • Festival de Cinema Latino-Americano, junto com o Sesc Digital e o Looke[9]
2021

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SPCine é lançada em São Paulo. Ministério da Cultura, 29 de janeiro de 2015
  2. lei Nº 15.929, de 20 de dezembro de 2013. Leis Municipais
  3. SPCine é inaugurada na capital paulista. Ancinem 2 de fevereiro de 2015
  4. Spcine: grandes expectativas. Revista de Cinema, 22 de abril de 2015
  5. a b «Conheça». Spcine Play. Consultado em 10 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2020 
  6. Spcine, O2 Filmes e Hacklab anunciam serviço de streaming. Meio & Mensagem, 21 de novembro de 2016
  7. «Streaming SpCine Play continuará gratuito até 31 de janeiro de 2021». Omelete. Consultado em 10 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2021 
  8. «Festival de Cinema Russo tem programação online em dezembro». Folha de Pernambuco. 26 de dezembro de 2020. Consultado em 10 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2021 
  9. «Festival de Cinema Latino-Americano começa em edição online». Agência Brasil. EBC. 9 de dezembro de 2020. Consultado em 7 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 9 de dezembro de 2020 
  10. Mônica Bérgamo (13 de janeiro de 2021). «Spcine Play disponibilizará gratuitamente 28 filmes de festival de cinema francês». Folha de S. Paulo. Consultado em 13 de janeiro de 2021 
  11. «Festival reúne filmes feitos na periferia de São Paulo». EBC. Consultado em 5 de março de 2021 
  12. «Mostra de Cinemas Africanos realiza edição online e gratuita». A Tarde. Consultado em 5 de março de 2021 
  13. «Três filmes em destaque no Festival É Tudo Verdade 2021». Arte!Brasileiros. 14 de abril de 2021. Consultado em 27 de maio de 2021 
  14. «'É TUDO VERDADE' E O OS CACOS DO MUNDO». Época. 11 de abril de 2021. Consultado em 27 de maio de 2021 
  15. Novo diretor fala sobre o futuro da Spcine. FilmeB, 21 de dezembro de 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]