Subprefeitura de Parelheiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Subprefeitura de Parelheiros
Administração
Subprefeito Não disponível
Características geográficas
Área 353,5 km²
População 156.392 habitantes
IBGE/censo 2010
IDH 0,744 - médio (31°)
Subprefeituras limítrofes M'Boi Mirim e Capela do Socorro.
Mapa do município de São Paulo
Localização

A Subprefeitura de Parelheiros é uma das 32[1] subprefeituras do município de São Paulo. É composta por dois distritos: Parelheiros e Marsilac, que somados representam uma área de 353,5 km² e habitada por mais de 150 mil pessoas. É a subprefeitura[2] que administra a maior área e a menos densamente povoada. Situado no extremo sul do município a 10 km do mar. Essa subprefeitura é regida pela Lei nº 13. 999, de 01 de Agosto de 2002.[3]

História[editar | editar código-fonte]

A região recebeu essa nomeação devido as parelhas que aconteciam entre os germânicos e os brasílicos (corridas de cavalo). Anteriormente era chamada de Santa Cruz. Em 1829 diversas famílias de imigrantes alemães foram mandados para colonizar a região, transformando o território em um local produtivo. Como primeira atividade econômica da região a extração de madeira se destacou, todo material extraído era fornecido para as serralherias de Santo Amaro que usavam a madeira bruta para produzir móveis e estruturas para construção civil. [4]

Sem contribuições do governo, o local se degradou rapidamente e foi sendo abandonado aos poucos enquanto a população buscava novas oportunidades em locais mais centrais do município.

Em 1940, a região de Parelheiros passou a receber considerável número de imigrantes japoneses, ajudando no desenvolvimento da agricultura e da região, o qual, transformou a região na maior área agrícola de São Paulo.[5]

Exitem também algumas aldeias indígenas que preservam sua cultura e tradição mesmo no município de SP. Localizadas aproximadamente da Estrada da Barragem, essas tribos mantém seus costumes, religiões, culturas e línguas vivas.

A Cratera da Colônia é resultado do impacto de um corpo celeste que atingiu a região há milhões de anos. Esse importante marco ecológico possui 3,6 km de diâmetro e possui alguns lotes irregulares no território.

Sendo Parelheiros um importante patrimônio ambiental, sua importância para a cidade é notoriamente comprovada pela quantidade de riquezas naturais. O ex-prefeito Elard Biskamp almejava desenvolver o turismo da região, utilizando da imensa área verde e exótica da região, podendo assim contribuir com o desenvolvimento econômico de Parelheiros e com a melhora da qualidade de vida dos moradores locais. [6]

Equipamentos Públicos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rede Social de Cidades. «Parelheiros - São Paulo, SP». redesocialdecidades.org.br. Consultado em 7 de abril de 2019. Cópia arquivada em 22 de agosto de 2020 
  2. 32xSP. «Falta de pavimentação e saneamento são as principais queixas em Parelheiros». 32xsp.org.br. Consultado em 16 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2020 
  3. «Prefeitura da Cidade de São Paulo». www3.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 3 de maio de 2017 
  4. «Parelheiros: uma cidade do interior dentro da metrópole - Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  5. «No extremo sul da cidade de SP, agricultores apostam nos orgânicos». Agronegócios. 28 de fevereiro de 2013 
  6. «Prefeito regional quer transformar Parelheiros em um grande polo de turismo». 32xSP.org.br. 24 de março de 2017. Consultado em 1 de maio de 2017 
  7. UOL Notícias. «Em meio à covid-19, 8 unidades de saúde estão com obras paralisadas em SP». noticias.uol.com.br. Consultado em 4 de maio de 2020. Cópia arquivada em 27 de setembro de 2020 
  8. CNN Brasil. «Na UTI para Covid-19 do Hospital de Parelheiros, 50% dos pacientes sobrevivem». cnnbrasil.com.br. Consultado em 25 de maio de 2020. Cópia arquivada em 3 de dezembro de 2020 
  9. Secretaria da Educação. «Escolas do Distrito». educacao.sp.gov.br. Consultado em 24 de abril de 2018. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.