Saltar para o conteúdo

Vila Matilde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vila Matilde
Vila Matilde
Área 8,9 km²
População (45°) 98.173 hab. (2010)
Densidade 110,31 hab/ha
Renda média R$ 1.160,95
IDH 0,864 - elevado (41°)
Subprefeitura Penha
Região Administrativa Leste
Área Geográfica 4 Leste
Distritos de São Paulo

Vila Matilde é um distrito do município de São Paulo, situado na zona leste do município e pertencente à Subprefeitura da Penha.

Bairros de Vila Matilde: Vila Aricanduva; Chácara 6 de Outubro; Vila Euthália; Vila Dalila; Jardim Maringá; Vila Talarico; Vila Nova Savoia; Vila Guilhermina; Jardim Triana; Jardim Assunção; Jardim Samara; Jardim São João; Jardim Hercília; Vila Palmeirinha; Cidade Patriarca.

História[editar | editar código-fonte]

O distrito nasceu na segunda década do século XX, da mesma maneira de seus vizinhos e vários outros distritos paulistanos. Havia uma grande gleba de terra e pessoas dispostas a comprar, Nos primeiro anos da década de 20, essa gleba pertencia a Dona Escolástica Melchert da Fonseca e ia da Guaiaúna (hoje o distrito da Penha) à Fazenda do Carmo, (hoje o Parque do Carmo, no distrito de mesmo nome Parque do Carmo). Dona Escolástica tinha uma filha de nome Matilde, que havia sido casada com o ex ministro e embaixador José Carlos de Macedo Soares - figura importante da política paulistana. A área (gleba) era muito extensa e por isso foi por etapas. para dar início ao grande loteamento, Dona Escolástica começou pela parte principal, homenageando à sua filha Matilde, com o nome de Vila Matilde.[1]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o distrito de Vila Matilde possui um perfil residencial de classe média, com casas térreas e sobrados residenciais.[2] Mas nos últimos anos, a Vila Matilde vem passando por um "boom" imobiliário,[3] e casas são demolidas para dar lugar a edifícios residenciais de varias tipologias, desde aqueles com espaço de lazer, para pessoas com maior poder aquisitivo, até "microapartamentos" ou "Studios", em condomínios sem garagem.[4][5]

É famoso pelos seus antigos carnavais e pela escola de samba Nenê de Vila Matilde. Também destaca-se o "comércio de bairro", principalmente na região do bairro Vila Dalila, sendo que a Avenida Waldemar Carlos Pereira tem boa parte de seu comércio.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Estação de Trem da Vila Matilde, antes da construção do Viaduto Dona Matilde, data desconhecida

O distrito é amplamente atendido pela Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo com as estações: Vila Matilde, Penha, Guilhermina-Esperança e Patriarca-Vila Ré, sendo que esta última está localizada nos limites do distrito. A Vila Matilde ainda ganhará mais uma estação de metrô, Aricanduva, como parte do plano de expansão da Linha 2-Verde, com entrega prevista para 2026.[6]

Além do Metrô, diversas linhas de ônibus da SPTrans estão presentes no distrito, em maioria localizadas na Avenida Itaquera e Radial Leste.

O distrito também é cortado pela Linha 11-Coral da CPTM, porém desde a inauguração do chamado Expresso Leste no ano 2000, já não é mais atendido por trens urbanos. A antiga estação ferroviária do distrito atualmente se encontra abandonada e ambas as plataformas foram demolidas em 2017.[7]

Referências

  1. http://www.guialeste.com.br/hist_vlmatilde.shtm
  2. «Caderno de Propostas dos Planos Regionais das Subprefeituras Quadro Analítico - Penha» (PDF). Prefeitura de São Paulo. 1 de dezembro de 2016. Consultado em 8 de junho de 2023 
  3. «Vila Matilde vive aquecimento do mercado imobiliário de SP». Terra. 15 de fevereiro de 2022. Consultado em 8 de junho de 2023 
  4. «Moradia se aproxima do transporte em SP e arranha-céus surgem em áreas de casas na periferia». Folha de S.Paulo. 26 de abril de 2021. Consultado em 8 de junho de 2023. Cópia arquivada em 15 de junho de 2021 
  5. «Vila Matilde é novo atrativo imobiliário de SP». Conteúdo Imob. 16 de fevereiro de 2022. Consultado em 20 de setembro de 2022 
  6. Lobo, Renato (23 de março de 2022). «Metrô atualiza prazos de entrega da extensão da Linha 2 até a Penha». Via Trólebus. Consultado em 24 de outubro de 2022 
  7. «Vila Matilde -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 19 de novembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.