Brasilândia (distrito de São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Distrito paulistano de
Brasilândia
Área 21 km²
População 264.918 hab. (2014)
Densidade 74,18 hab/ha
IDH 0,769 - médio (84°)
Subprefeitura Freguesia do Ò, Vila nova cachoeirinha, Cajamar, Perus e Pirituba.
Região Administrativa Noroeste
Área Geográfica 1 (Noroeste)
Distritos de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg

Brasilândia é um bairro da cidade de São Paulo. Situa-se na Zona Norte, Região metropolitana de São Paulo. A população estimada em 2010 é de 280.069 habitantes, sendo o 4º bairro mais populoso da Cidade de São Paulo.[1]

Seus limites são Cachoeirinha, Freguesia do Ó, Pirituba, Cajamar e Perus.

Disambig grey.svg Nota: Se procura o bairro de mesmo nome, veja Brasilândia (bairro de São Paulo).

Brasilândia é um distrito situado na zona noroeste de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

O distrito da Brasilândia originou-se de um desmembramento de sítios e chácaras que havia no início do século XX. Na década de 1930, sítios e chácaras de cana de açúcar foram convertidos em lotes residenciais. Brasílio Simões, um comerciante da época, liderou o bairro durante a construção da Igreja de Santo Antônio que substituiu uma antiga capela. Como homenagem, o nome do comerciante foi utilizado na denominação do bairro.[2]O distrito abriga famílias de classe média.

Hoje em dia o bairro vem se desenvolvendo ainda mais com a construção de um Metrô. Possui várias escolas públicas e particulares, mercados e atacadistas como Roldão, além da proximidade do Cantareira Norte Shopping.

É um bairro de Classe Média semelhante ao bairro da Mooca com diversas casas e alguns prédios comerciais e apartamentos.

Em algumas regiões, possui Feira Livre durante os finais de semana.

Popularidade[editar | editar código-fonte]

O bairro ficou bastante conhecido por conta da Rede Globo que gravou a série Antônia em 2006, mostrando fisicamente a Brasilândia antes de seu desenvolvimento. A série foi um grande sucesso sendo indicada ao Emmy e reprisada no canal Viva. O bairro também foi citado em outros diversos programas da emissora como a novelaA Favorita , I Love Paraisópolis ,Haja Coração . E em programas comoAltas Horas, Jornal Nacional e SPTV em reportagens mostrando os bons médicos da região, cultura e pautas sobre assuntos diversos.


A Brasilândia também ficou lembrada por conta de uma tragédia que aconteceu em agosto de 2013 conhecida como Caso família Pesseghini em que (de acordo com a polícia ) um jovem de 13 anos viciado em jogos, assassinou sua familia. O caso foi noticiado pelo Cidade Alerta durante a noite e no dia seguinte tinha tomado uma enorme proporção , sendo noticiado em jornais do mundo inteiro, sendo assuntos principais do Fantástico e Domingo Espetacular . A casa onde ocorreu a tragédia ficou com fama de má assombrada e logo depois foi visitada pela sensitiva Márcia Fernandes no programa A Tarde É Sua , que mostrou que uma má energia espiritual vaga naquela casa depois da Tragédia.


Nas eleições presidenciais do Brasil a candidataMarina Silva visitou o bairro para pedir votos em uma Feira.

Famosos Moradores: O bairro conta com ex-moradores que hoje são famosos como Negra Li e a Youtuber Dani Russo. No bairro vizinho já morou o ator Marcos Pasquim, e diversas crianças tiveram a oportunidade de terem o ator Domingos Montagner como professor de Educação Física durante alguns anos em um colégio da região.

Carnaval : O bairro Brasilândia foi berço da escola de samba, Rosas de Ouro, grande atração do Carnaval de São Paulo.

Desenvolvimento atual[editar | editar código-fonte]

Classes sociais>
Classe A

45 %

Classe B

40 %

Classe C

35 %

Classe D

20 %

Classe E
<div style="width:Erro de expressão: Operador / inesperadopx; height: 18px; border: 1px solid #fff; border-bottom: 1px solid #fff; background: #1; ">

1 %

Um bairro de classe média na região norte de São Paulo.

O distrito conta com alguns pontos de comércio 24h e farmácias que se revezam em plantão.

O trânsito está cada vez mais complicado devido a falta de grandes avenidas no distrito. A baixíssima infraestrutura, vias estreitas e calçadas inadequadas junto ao grande fluxo de veículos pesados que abastecem o comercio e transportes coletivos, tem tornado sua rua principal intransitável em horários de pico. A chegada do metrô (Linha 6 - Laranja), prevista para 2021 tem como objetivo, além de interligar de maneira mais rápida e eficaz a população da Brasilândia ao centro da cidade, pretende melhorar esse cenário.

Também está previsto o Hospital da Brasilândia para 2017.

Serviços[editar | editar código-fonte]

A Brasilândia é bastante popular pelo grande comércio, número de igrejas. Além da região contar com diversos postos de saúde e o Hospital Da Brasilândia a ser inaugurado em 2017.

Distritos e municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.