Domingo Espetacular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Domingo Espetacular
Logotipo do jornalístico
Informação geral
Formato Programa jornalístico
Gênero Revista eletrônica
Duração 180 minutos
Criador(es) Central Record de Comunicação
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Douglas Tavolaro
Apresentador(es) Paulo Henrique Amorim
Janine Borba
Thalita Oliveira
Patrícia Costa
Narrador(es) Tina Roma
Marcos Hummel
Arnaldo Duran
Tema de abertura Instrumental
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Record
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 18 de abril de 2004 – presente
Cronologia
Programas relacionados Tudo a Ver

Domingo Espetacular é um programa de televisão dominical brasileiro produzido e exibido pela Rede Record, com reapresentação na Record News. O site do próprio programa o define como uma revista eletrônica[1]. Estreou em 18 de abril de 2004 sob o comando de Celso Freitas, Lorena Calábria e Otaviano Costa. O programa é apresentado atualmente por Paulo Henrique Amorim, Janine Borba, Patrícia Costa e Thalita Oliveira

História[editar | editar código-fonte]

Logo em sua estreia foi apresentado por Otaviano Costa, Lorena Calábria e Celso Freitas sob direção de Carlos Amorim.[2] Nill Marcondes chegou a apresentar a primeira edição, mas não continuou após assinar com a Rede Globo.[3][4] Tina Roma ficou responsável pela narração, permanecendo por onze anos. Em dezembro de 2005 Celso Freitas deixa o programa para assumir o Jornal da Record, entrando em seu lugar Paulo Henrique Amorim e Janine Borba. Em dezembro de 2007 o contrato de Lorena Calábria não é renovado, sendo que a jornalista também deixa o programa. Fabiana Scaranzi estreia em seu lugar em 15 de junho de 2008.[5] Em maio de 2009 Janine Borba deixou o programa para ocupar a bancada do Jornal da Record, porém, retornou no dia 5 de julho de 2009, com a estreia de Ana Paula Padrão, recém-chegada do SBT, na bancada do JR. Em 5 de julho de 2009 estreou novo cenário (em chroma key) e nova vinheta. Em 10 de outubro de 2010, o cenário estreado no ano anterior passou por reformulações. A vinheta foi remasterizada e o jornalístico passou a ser exibido em HDTV.

Entre 2 de dezembro de 2012 e 17 de março de 2013, Adriana Araújo dividiu junto com Paulo Henrique Amorim, Janine Borba e Fabiana Scaranzi a apresentação do programa.[6][7] Ela foi transferida para o Jornal da Record depois que Ana Paula Padrão deixou o telejornal.[8] No final de março de 2013, Janine Borba entra em licença-maternidade, o qual o fim foi antecipado e a jornalista voltou a apresentação em 7 de julho do mesmo ano. Entre 7 de abril e 30 de junho, Carla Cecato substituiu Janine.[9] Em 1 de junho de 2014, Thalita Oliveira, então apresentadora do bloco de esportes do Fala Brasil, passa a formar o trio com Paulo Henrique e Janine Borba, substituindo Fabiana Scaranzi, que deixou a Rede Record.[10] Em 11 de setembro de 2016, o programa ganha uma quarta apresentadora:Patrícia Costa, que desde julho estava substituindo Janine Borba, que era interina no Jornal da Record.[11]

Prêmios e reportagens impactantes[editar | editar código-fonte]

O programa já ganhou os prêmios Esso, Embratel e Tim Lopes, entre outros. A reportagem "Especial 40 anos - Transamazônica, a Estrada sem Fim" ganhou o Prêmio Imprensa Embratel 2011. A mesma matéria já havia ganhado, dias antes, o Prêmio Esso de Telejornalismo 2011. O trabalho foi produzido pela equipe formada pelos jornalistas Gustavo Costa, André Tal, Cátia Mazin e Rodrigo Bettio. A equipe percorreu 5.000 km em 28 dias, em plena floresta Amazônica, para produzir a reportagem. O especial aborda o início da construção da estrada, na década de 1970, em pleno regime militar, até os dias de hoje. [12] Entre algumas das coberturas marcantes do programa, estão a descoberta de Suzane von Richthofen numa praia em Ubatuba - SP, em fevereiro de 2006; o repórter Raul Dias Filho e o câmera Ricardo Bonifácio foram os primeiros jornalistas a chegar ao local da queda do Boeing da Gol, em outubro de 2006; uma reportagem investigativa, exibida em dezembro de 2006 e sobre os mistérios que rondam a Rede Globo: supostas contas em paraísos fiscais e farsa nas eleições deste mesmo ano. A reportagem de maior audiência e uma das de maior repercussão foi uma homenagem ao empresário e apresentador Silvio Santos, que concorre em audiência com o próprio Domingo Espetacular.

Em 5 de dezembro de 2010, o programa mostrou no quadro A Grande Reportagem como o dono do SBT saiu da pobreza e construiu um império empresarial, tonando-se um dos maiores ícones da história da televisão brasileira. O tributo foi ao ar porque Silvio Santos completara 80 anos sete dias depois, e também devido a crise então vivida pelo Grupo Silvio Santos, desencadeada por uma fraude bilionária no Banco PanAmericano. O Domingo Espetacular foi o primeiro programa de TV a entrevistar Bruno Fernandes, o goleiro Bruno, depois de ser condenado a 22 anos de prisão por participação no sequestro e assassinato de Eliza Samudio, modelo com quem se envolveu e teve um filho.[13][14][15]

Equipe[editar | editar código-fonte]

Apresentação[editar | editar código-fonte]

Nome Temporadas
2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017
Lorena Calábria
Celso Freitas
Otaviano Costa
Janine Borba
Paulo Henrique Amorim
Fabiana Scaranzi
Adriana Araújo
Thalita Oliveira

Colunistas[editar | editar código-fonte]

Nome Coluna Temporadas
2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017
Maria Cândida Entrevistas
Richard Rasmussen Selvagem ao Extremo
Tina Roma Celebridades
Karina Bacchi Bacchi com Karina
Alexandre Rossi Dr. Pet
Marcelo Rezende Entrevistas

Audiência[editar | editar código-fonte]

O programa apresenta um crescimento considerável em relação à audiência desde a sua estreia. Na estreia, em julho de 2004, a atração tinha na capital paulista 6,5 pontos e o Fantástico, principal programa rival, 30. Seis anos depois, a Record registra 14 pontos, subindo 115% a audiência.[16][17] Em 5 de dezembro de 2010, o programa chegou ao primeiro lugar, marcando 21 pontos de média.[18][19]

Referências

  1. «Domingo Espetacular: O programa». Rede Record. Consultado em 18 de dezembro de 2010. 
  2. Cidade Biz - IG (14/4/2004). «Informações sobre a estreia do Domingo Espetacular». Consultado em 25 de fevereiro de 2012. 
  3. Terra (14 de Abril de 2004 às 12:29). «Anuncio da estreia do Domingo Espetacular». Consultado em 25 de fevereiro de 2012. 
  4. http://grupomm.mmonline.com.br/noticias.mm?url=Domingo_Espetacular_estreia_no_dia_18
  5. «Fabiana Scaranzi estreia no "Domingo Espetacular", na Rede Record». Portal Imprensa. 06/06/2008. Consultado em 20/12/2012. 
  6. Flávio Ricco (06/12/2012). «"Domingo Espetacular" ganha mais uma apresentadora». UOL Televisão. 
  7. «Adriana Araújo é efetivada no "Domingo Espetacular"». NaTelinha. 06/12/2012. 
  8. «Adriana Araújo assume a bancada do Jornal da Record». R7. 20/03/2013. 
  9. «Após licença, Janine Borba volta a apresentar o Domingo Espetacular». MSN Entretenimento. 04/07/2013. 
  10. «Fabiana Scaranzi deixa Record para se dedicar a "projetos pessoais"». UOL. 30/05/2014. 
  11. Lucas Medeiros (12/09/2016). OTVFoco http://www.otvfoco.com.br/paulo-henrique-amorim-pode-deixar-o-domingo-espetacular-a-qualquer-momento/.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  12. http://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv/noticias/rede-record-ganha-premio-imprensa-embratelcom-especial-sobre-a-transamazonica-20111123.html
  13. «Domingo Espetacular: goleiro Bruno grava primeira entrevista após ser condenado». Rede Record. 10/08/2013. 
  14. «"Domingo Espetacular" exibe entrevista exclusiva com o ex-goleiro Bruno». NaTelinha. 10/08/2013. 
  15. «Em entrevista ao “Domingo Espetacular”, goleiro Bruno diz querer voltar ao Flamengo e jogar pela Seleção». Yahoo! Brasil. 09/08/2013. 
  16. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/917996-fantastico-cai-42-apos-disputa-com-o-domingo-espetacular.shtml
  17. http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=136166&id_secao=6
  18. «Com reportagem sobre Silvio Santos, Record fica em segundo lugar no ibope». Folha de S. Paulo. 06/12/2010. 
  19. «Silvio Santos garante liderança de ibope à Record». O Estado de S. Paulo. 06/12/2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]