Grupo Silvio Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde abril de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Grupo Silvio Santos
Razão social Silvio Santos Participações S.A.
Tipo Empresa de capital fechado
Gênero Holding
Fundação 11 de setembro de 1958 (59 anos)
Sede São Paulo, SP
Locais  Brasil
Proprietário(s) Silvio Santos
Presidente Guilherme Stoliar
Empregados 20.100
Produtos
Faturamento Aumento US$ 5.9 bilhões (2013)
Renda líquida Aumento US$ 800 milhões (2013)
Website oficial gruposilviosantos.com.br[ligação inativa]
  • Notas de rodapé / referências
  • [1][2]

O Grupo Silvio Santos é um grupo empresarial e conglomerado de mídia que agrega todas as empresas do empresário Silvio Santos. O grupo pode ser também reconhecido pela sigla GSS ou SS.

Empresas[editar | editar código-fonte]

O Grupo Silvio Santos possui 38 empresas, entre elas, estão:

O SBT possui ainda os seguintes selos
Outras empresas do grupo
Logotipo da Liderança Capitalização.
Logotipo da TV Alphaville.
  • TV Alphaville - uma empresa que oferece planos de TV por assinatura, internet banda larga e telefonia. Seus serviços são utilizados em mais de 100 prédios, sendo 30 residenciais e em grandes empresas da região do Alphaville. Utilizando cerca de 500 km de fibras ópticas e cabos coaxiais, a TV Alphaville cobre mais de 20.000 casas (número considerado baixo para o setor). Também presta seus serviços a apartamentos em Alphaville, Aldeia da Serra, Tamboré, Barueri e Santana de Parnaíba, além de manter uma operação no Condomínio São Paulo II, na Granja Vianna.
  • Hotel Jequitimar - Um complexo de hotelaria na cidade litorânea do Guarujá. Também conhecido como Jequitimar Guarujá, o hotel é gerenciado pela rede de hotéis Accor e Bourbon que pertence ao grupo.
  • SiSAN Empreendimetos Imobiliários - Empresa que controla todos os imóveis do grupo.
  • Jequiti Cosméticos - Cosméticos.
  • Maricultura Netuno e Frutivita - Exportadora de lagostas, camarões e uvas.
  • Perícia Corretora de Seguros - Corretora de seguros do grupo, trabalha com os ramos de automóvel, vida, saúde, etc .

Além dessas empresas, o GSS também possui algumas participações em empresas de mídia e transportes.

Antigas empresas[editar | editar código-fonte]

Principais pessoas[editar | editar código-fonte]

  • Grupo Silvio Santos - Silvio Santos (fundador e proprietário), Guilherme Stoliar (presidente), José Roberto dos Santos Maciel (vice-presidente);

Substituição na presidência[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de novembro de 2010, Luiz Sebastião Sandoval,[9] que presidia o grupo há mais de 40 anos pediu demissão, com isso em seu lugar Guilherme Stoliar sobrinho de Silvio Santos assume o cargo.[10]

Referências

  1. Keila Jimenez (5 de maio de 2014). «Sobrinho de Silvio Santos tenta voltar para direção do SBT». Outro Canal - Folha de S. Paulo. Consultado em 14 de julho de 2014 
  2. Keila Jimenez (25 de janeiro de 2013). «Sobrinho de Silvio, Guilherme Stoliar é cotado para voltar ao SBT». Outro Canal - Folha de S. Paulo. Consultado em 14 de julho de 2014 
  3. http://www.lidercap.com.br/institucional
  4. Redação (17 de Outubro de 2014). «Liderança Capitalização estreia nova campanha da Tele Sena com premiação inédita». BNL Data. Consultado em 31 de Julho de 2016 
  5. Valor
  6. casadadublagem.16mb.com. «Marcelo Gastaldi - Casa da Dublagem». Casa da Dublagem. Consultado em 30 de junho de 2017 
  7. Laura Mattos (5 de janeiro de 2001). «Portal dá R$ 40 milhões de prejuízo para o SBT». Ilustrada. Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de fevereiro de 2017 
  8. Revista Veja - 17 de maio de 2000
  9. Presidente do Grupo Silvio Santos pede demissão
  10. Luiz Sandoval deixa comando do Grupo Silvio Santos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]