Estação Guilhermina-Esperança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Paulo Metro logo.png Guilhermina - Esperança
Uso atual Estação de metropolitano
Administração Metrô de São Paulo
Linha 3red.png Vermelha
Sigla VPA
Posição Superfície
Movimento em 26 000[1]
Serviços Acesso à deficiente físico Táxi Terminal rodoviário Escada rolante Elevador Estacionamento Bicicletário
Informações históricas
Nome antigo Vila Esperança
Inauguração 27 de agosto de 1988 (29 anos)
Localização
Endereço Rua Astorga, 800, Vila Guilhermina
Localização Gnome-globe.png Estação Guilhermina-Esperança
Próxima estação
Palmeiras-Barra Funda Corinthians-Itaquera
Vila Matilde Patriarca
Guilhermina - Esperança

Estação Guilhermina-Esperança é uma estação da Linha 3-Vermelha do metrô da cidade brasileira de São Paulo.

Foi inaugurada em 27 de agosto de 1988.

Está localizada na Rua Astorga, 800, Vila Matilde.

O Projeto inicial definia o nome da estação como Rincão, porém, por apelos populares, a estação teve o nome alterado para Vila Esperança na época da inauguração. 3 meses após o início das operações, passou a ser denominada Guilhermina-Esperança.

Características[editar | editar código-fonte]

Estação construída no nível da superfície, com mezanino de distribuição sobre a plataforma central e estrutura em concreto aparente com cobertura espacial metálica em treliça. O estacionamento para automóveis que atende a estação é terceirizado[2][3].

Possui acesso a pessoas portadoras de deficiência física através de elevadores.

Capacidade de até 20 mil passageiros por hora.

Área construída de 9.795 m².

Pontos de interesse e utilidade pública[editar | editar código-fonte]

  • Escola Oniki[4]
  • Igreja Presbiteriana de Vila Esperança
  • Igreja São Francisco de Assis
  • Congregação Cristã do Brasil
  • Quartel da Polícia Militar
  • Marquinho Mariá Cabeleireiro & Cuíca Frenética - Hair Style e Samba
  • Colégio La Salle - São Paulo

Obras de arte[editar | editar código-fonte]

A estação não faz parte do "Roteiro da Arte nas Estações" (Metrô de São Paulo).[5][6]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Linha Terminais Estações Principais destinos Duração das viagens (min) Intervalo entre trens (min) Funcionamento
3
Vermelha
Palmeiras-Barra FundaCorinthians-Itaquera 18 Barra Funda, Santa Cecília, República, Sé, Brás, Belém, Tatuapé, Penha, Vila Matilde, Artur Alvim, Itaquera 32 2 Diariamente, das 4h40 à 0 hora. Aos sábados, até a 1 hora de domingo.
Sigla Estação Inauguração Capacidade Integração Plataformas Posição Notas
VPA Guilhermina-Esperança 27 de agosto de 1988 20 mil passageiros hora/pico Bilhete Único da SPTrans Central Superfície Estação com estrutura de concreto aparente, cobertura metálica em treliças.
Precedido por
Vila Matilde
Distância: 1.534 metros
Linha 3 do Metrô de São Paulo
Guilhermina-Esperança
Sucedido por
Patriarca
Distância: 1.722 metros

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Metrô SP (2013). «Informações sobre a demanda». Consultado em 28 de fevereiro de 2015 
  2. Metrô vai instalar antenas para que celulares funcionem nos trens/Estacionamentos - Folha de S. Paulo (jornal) - 26 de fevereiro de 2008 - Caderno Cotidiano
  3. [1] Metrô de São Paulo
  4. [2] Pontos de interesse - Metrô de São Paulo
  5. [3] Roteiro de Arte - Metrô de São Paulo
  6. Metrô receberá novas obras de arte - Folha de S. Paulo (jornal) - 11 de junho de 2006 - Caderno Acontece

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Metropolitanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.