Estação Vila Madalena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Metrô-SP icon.svg Vila Madalena
Entrada da estação na Praça Américo Jacomino
Uso atual Estação de Metrô Estação de metrô
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração Metrô-SP icon.svg Metrô de São Paulo
Linha 2green.png Verde
Sigla VMD
Posição Subterrânea
Plataformas Laterais
Serviços Acesso à deficiente físico Terminal rodoviário Escada rolante Restaurante Bicicletário
Informações históricas
Inauguração 21 de novembro de 1998 (20 anos)
Projeto arquitetônico João Toscano, Massayoshi Kamimura e Odiléa Toscano. [1] [2]
Endereço Praça Américo Jacomino, 30, Pinheiros
Próxima estação
Sentido Vila Madalena 2green.png Sentido Vila Prudente
- S. Nossa Sra. de
Fátima–Sumaré
Vila Madalena

A Estação Vila Madalena é uma estação da Linha 2–Verde do Metrô de São Paulo. Inaugurada em 1998, está localizada na Praça Américo Jacomino[3], com acesso pela Rua Heitor Penteado. Tem interligação a um terminal de ônibus, e está situada entre os distritos de Pinheiros e Alto de Pinheiros. É a estação final da Linha 2, em seu sentido oeste.

História[editar | editar código-fonte]

As obras de escavação da Estação Vila Madalena foram iniciadas em 1989, pela construtora Constran S/A,[4] embora seu contrato tenha sido assinado apenas em 1994.[5] A previsão de conclusão da obra era de trinta a quarenta meses.[6] As obras da estação sofreram sucessivas paralisações, sendo abandonadas em 1992. Nesse mesmo ano, os arquitetos João Toscano, Massayoshi Kamimura e Odiléa Toscano entregaram o projeto da estação para a Companhia do Metropolitano.[7] Retomadas em 1995, as obras foram concluídas em outubro de 1998.[8] Por causa das eleições, a estação foi inaugurada apenas em 21 de novembro de 1998.[9]

Entre 28 de agosto de 2000 e 9 de setembro de 2011 a estação possuiu integração à Estação Cidade Universitária da Linha 9–Esmeralda da CPTM, por meio do serviço da Ponte Orca.[10]

Em 2008, foram contratadas obras de instalação de portas de plataforma, como parte do contrato de fornecimento de sinalização CBTC para as linhas 1, 2 e 3 do Metrô. Devido a atrasos, as obras foram iniciadas em meados de 2018 e concluídas em agosto de 2019.[11][12]

Características[editar | editar código-fonte]

Estação enterrada composta por mezanino de distribuição e plataformas laterais. Possui acesso para pessoas portadoras de deficiência.[3]

A estação tem capacidade de até vinte mil passageiros por dia e área construída de 9,6 mil metros quadrados.[3]

Obras de arte[editar | editar código-fonte]

  • Escultura instalada na Praça Américo Jacomino:
  • Homenagem a Galileu Galilei II, Cleber Machado, escultura (2007), estrutura em aço corten, resina epóxi e granalha de aço (altura de dois metros).[13]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Capacidade Integração Plataformas Posição Notas
VMD Vila Madalena 21 de novembro de 1998 20 mil passageiros hora/pico Bilhete Único da SPTrans Laterais Subterrânea Estação com estrutura de concreto aparente.

Referências

  1. «Por onde a cidade se move». Revista AU. Abril 1999. Consultado em 6 de fevereiro de 2019 
  2. ARTIGAS, Rosa Camargo (2003). João Walter Toscano. [S.l.]: Unesp. 187 páginas. ISBN 9788571394094 
  3. a b c Metrô de São Paulo. «Estação Vila Madalena». Consultado em 3 de abril de 2019 
  4. «Estações de metrô na cidade de São Paulo». Constran S/A. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  5. Tribunal de Contas do estado de São Paulo (20 de agosto de 1997). «TCS-61.794/026/90, 951/026/91 e 1.529/026/92» (PDF). Diário Oficial do estado de São Paulo, Caderno Legislativo, página 29. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  6. Fernanda Barbara (23 de dezembro de 1990). «Metrô deve valorizar Sumaré e Vila Madalena». Folha de S.paulo, ano 70, edição 22544, Caderno Imóveis, página I-4. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  7. ARTIGAS, Rosa Camargo (2003). João Walter Toscano. [S.l.]: Unesp. 180 páginas. ISBN 9788571394094 
  8. Gonzalo Navarrete (15 de outubro de 1998). «Metrô abre novas estações no sábado». Folha Online. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  9. «Metrô: Conclusão da extensão norte completa 8 anos». Portal do governo do estado de São Paulo. 26 de abril de 2006. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  10. EMTU (8 de setembro de 2011). «Ponte ORCA Cidade Universitária/Vila Madalena encerra operação». Portal do governo do estado de São Paulo. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  11. Adamo Bazani (6 de novembro de 2018). «Metrô prepara estação Vila Madalena para portas de plataforma e no dia 23 recebe propostas em licitação para mais estações». Diário do Transporte. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  12. Ricardo Méier (1 de julho de 2019). «Em julho, estação Vila Madalena terá operação em apenas uma plataforma». Metrô CPTM. Consultado em 6 de agosto de 2019 
  13. «Roteiro de Arte do Metrô de São Paulo» 


Ícone de esboço Este artigo sobre Metropolitanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.