Estação Trianon-Masp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Metrô-SP icon.svg Trianon–Masp
Escultura em uma das plataformas da estação.
Uso atual Estação de Metrô Estação de metrô
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração Metrô-SP icon.svg Metrô de São Paulo
Linhas 2green.png Verde
Sigla TRI
Posição Subterrânea
Plataforma Central
Movimento em 52.000 (média/dia útil em 2013) [1]
Serviços Acesso à deficiente físico Táxi Terminal rodoviário Escada rolante Elevador
Informações históricas
Inauguração 25 de janeiro de 1991 (28 anos)
Projeto arquitetônico Roberto McFadden [2]
Endereço Av. Paulista, s/nº, Jardim Paulista
Próxima estação
Sentido Vila Madalena 2green.png Sentido Vila Prudente
Consolação Brigadeiro
Trianon–Masp

A estação Trianon–Masp é uma das estações da Linha 2–Verde do Metrô de São Paulo.

Inaugurada em 25 de janeiro de 1991, a estação foi construída sob a Avenida Paulista, altura do nº 1485.[3]

Recebe esse nome devido à proximidade com o Parque Trianon e o Museu de Arte de São Paulo, MASP.

Características[editar | editar código-fonte]

Entrada da estação Trianon-Masp
Plataforma da Estação Trianon-Masp.

Estação enterrada composta por dois mezaninos de distribuição em cada extremo e plataforma central. Possui acesso para pessoas portadoras de deficiência.[3]

Capacidade de até 20.000 passageiros por dia.[3]

Área construída de 9.290 m².[3]

Arredores[editar | editar código-fonte]

[4]

A estação com a tradicional decoração de Natal da cidade.

Obras de arte[editar | editar código-fonte]

  • "Um Espelho Mágico da Pintura no Brasil", Wesley Duke Lee, Dois paineis (2001); digitalização de cromo e computação gráfica - lona vinílica (2,00 x 40,00 m), instalados nas plataformas laterais: sentido Vila Prudente - Vila Madalena e sentido Vila Madalena - Vila Prudente.[8]
  • "Pássaro Rocca", Francisco Brennand, escultura (1990); cerâmica vitrificada - argila vitrificada, queimada em alta temperatura (2,80 x 0,40 m), instalado na plataforma central.[8]

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Linha Terminais Estações Principais destinos Duração das viagens (min) Intervalo entre trens (min) Funcionamento
2
Verde
Vila MadalenaVila Prudente 14 Vila Madalena, Clínicas, Bela Vista, Paraíso, Vila Mariana, Cursino, Ipiranga, Vila Prudente 28 3 Diariamente, das 4h40 à 0h24; Sábados até a 1 hora de domingo
Sigla Estação Inauguração Capacidade Integração Plataformas Posição Notas
TRI Trianon–Masp 25 de janeiro de 1991 20 mil passageiros hora/pico Bilhete Único da SPTrans Central Subterrânea Estação com estrutura de concreto aparente.
Precedido por
Consolação
Distância: 982 metros
Linha 2–Verde do Metrô
Trianon–Masp
Sucedido por
Brigadeiro
Distância: 954 metros

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Metrô SP (2013). «Informações sobre a demanda». Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  2. Alexandre Seixas e Renato Anelli (janeiro de 2008). «Arquitetura, cidade e transportes». Revista AU, edição 166. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  3. a b c d Metrô de São Paulo. «Estação Trianon-Masp». Consultado em 2 de abril de 2019 
  4. [1] Pontos de interesse - Metrô de São Paulo
  5. [2] Hotel Maksoud Plaza
  6. [3] Arquivado em 18 de agosto de 2009, no Wayback Machine. Shopping Top Center
  7. [4] Colégio Dante Alighieri
  8. a b «Roteiro de Arte do Metrô de São Paulo» 
Ícone de esboço Este artigo sobre Metropolitanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.