KKBox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
KKBOX
Proprietário(s) KDDI Corporation
Criador(es) Chris Lin, et al
Serviço Compra on-line
streaming
Requer pagamento? Sim
Gênero Música
Cadastro Requerido
País de origem Taiwan
Usuários 10 milhões+ aproximadamente
Lançamento Outubro de 2004 (14 anos)
Desenvolvedor KKBox Inc.
Endereço eletrónico www.kkbox.com

KKBox estilizado como KKBOX, é um serviço de streaming de música, desenvolvido pela KKBox Inc. em 2004, uma empresa de software com sede em Taipé, Taiwan. Faz parte do grupo japonês de telecomunicações, KDDI. A área de seu serviço tem como alvo principalmente o mercado musical do Sudeste Asiático, concentrando-se em regiões que incluem: Taiwan, Hong Kong, Malásia, Singapura, dentre outros. O KKBox fornece um serviço do tipo freemium, tanto assinantes mensais como usuários gratuitos, possuem disponíveis mais de vinte milhões de canções em smartphones, televisores, centros de mídia e computadores.[1]

Como um software de streaming de música baseado em Taiwan, o KKBOX atende principalmente usuários que falam mandarim ao colaborar com gravadoras da indústria musical taiwanesa bem como com artistas de mandopop como Jay Chou e Mayday. Grandes empresas como Gold Typhoon e a East Asia Music são algumas de suas parceiras.

Expansão no mercado e recepção dos usuários[editar | editar código-fonte]

Em 2008, o KKBox atingiu 80% de participação no mercado de streaming de música. Em 2015, o serviço anunciou que, nos últimos dez anos de sua operação, o número de seus usuários alcançou mais de 10 milhões de pessoas e contou com mais de 1600 artistas em seu catálogo.[2] De acordo com uma pesquisa referente a preferências, realizada por estudantes da Universidade de Hong Kong em 2014, os entrevistados classificaram o KKBox em segundo lugar, como seus serviços de música mais visitados, atrás apenas do YouTube.[3]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Em 2007, o KKBox recebeu suspeitas de reproduzir obras musicais permitindo que seus membros fizessem download delas sem autorização. As obras incluíram 324 canções de propriedade da HCM Music e do compositor Chan Kien Ming, respectivamente. O proprietário e o administrador do KKBox foram processados pelo Ministério Público do Distrito de Taipé.[4] Dois anos depois, os réus foram absolvidos pois o tribunal considerou que o caso se tratava de uma disputa civil.[5]

Referências

  1. Huber, D. M., & Runstein, R. E. (2005). Modern Recording Techniques, 8.ª edição, Burlington, MA: Focal Press. p.579
  2. «Introduction of the company--KKBOX». Consultado em 24 de março de 2016 
  3. «Behaviors and system preferences of university students in Hong Kong» (PDF). Universidade de Hong Kong. 2014 [ligação inativa]
  4. «KKBOX下載音樂侵權 王永慶外孫被訴-- National Chiao Tung University». Consultado em 24 de março de 2016. Arquivado do original em 9 de abril de 2016 
  5. «遭控侵權 KKBOX簡民一判無罪» (em chinês). Chinatimes. 22 de julho de 2009. Consultado em 22 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre serviço de streaming é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.