Deezer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Deezer
Slogan "Leve a música para uma nova dimensão"
Tipo Privada
Indústria Internet - Música (Streaming)
Fundação 2007
Sede Paris,  França
Pessoas-chave Daniel Marhely
Axel Dauchez
Empregados 200
Página oficial www.deezer.com/br

Deezer É um site de streaming musical pago que oferece uma experiência personalizada para todo o mundo numa forma ilimitada, seja via web ou por aplicativos em Smartphones e tablets.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado na França em junho de 2007 pelo hacker Daniel Marhely, de apenas 20 anos. O Deezer já é líder na Europa com mais de 26 milhões de usuários e está disponível em 182 países. [1] O Deezer desembarcou no Brasil em 2013, e conta com um acervo musical com mais de 35 milhões de músicas de todos os generos possíveis.

Para aproveitar o serviço é preciso se cadastrar no site ou por um aplicativo, que está disponível nas plataformas: Ubuntu Desktop, Windows Phone, iOS, Android, Blackberry e Google Chromecast. O serviço conta com um acervo com mais de 30 milhões de canções com alta qualidade sonora e equalizador com sistema Surround, concedendo ainda ao usuário a opção de criar playlists, ouvir rádios temáticas (Rock, Jazz, Bossa Nova etc) e rádios por artista. O Deezer também conta com uma comunidade, onde o usuário pode compartilhar músicas e playlists com seus amigos.

O Deezer tem acordo com a grande maioria das gravadoras e sociedades de direitos autorais,[carece de fontes?] e representa uma das fontes de recursos para os artistas com maior desenvolvimento, mesmo que apenas no "mundo digital".

O aplicativo permite que seus usuários possam desfrutar, ilimitadamente, suas mais de 30 rádios temáticas, bem como ouvir diversas outras, formadas por músicas de seus artistas favoritos. É possível procurar uma música e inclui-la, rapidamente, numa playlist, além de sincronizar arquivos de MP3 do seu computador e playlists criadas no iTunes.

Sincronize suas contas do Facebook e do Google+ ao Deezer para compartilhar suas atividades com seus amigos. Poste, automaticamente, as músicas que está ouvindo, suas faixas prediletas e comentários nas redes sociais. O usuário precisa apenas vincular estas redes sociais ao aplicativo. Há também a possibilidade de "seguir" a atividade musical de seus amigos. Assim, o app posibilita uma interação entre os usuários com base nas músicas que escutam.

Na aba seleção Deezer, ouça músicas de artistas em destaque na plataforma e sincronize-as para ouvi-las quando quiser. Em lançamentos, ouça novas músicas de artistas de diversas partes do mundo e compartilhe com seus amigos. O aplicativo separa os artistas por gêneros musicais, como música brasileira, pop, rock e indie/alternativo.

O Deezer permite baixar as faixas e ouvi-las, remotamente, sem a necessidade de estar com seu smartphone conectado à internet. Para configurar esta opção, basta clicar em “Downloads” e, em seguida, em “Finalizar”. O app irá baixar o disco ou lista e colocá-lo em reprodução.

Assim como o Netflix, o Deezer cobra uma mensalidade após o período gratuito de testes. Para ter acesso às músicas completas e desfrutar de todo o catálogo do aplicativo, o usuário precisa pagar R$ 14,90.

Preocupações sobre a aplicação Android[editar | editar código-fonte]

O "Deezer Music" app Android pede permissões como "ler dados sensíveis de registo", "recuperar aplicativos em execução", "eliminar aplicações" e "dispositivo de ligar ou desligar", que tem levantado preocupações sobre a privacidade do usuário.[2]

Serviços disponíveis[editar | editar código-fonte]

Disponibilidade do Deezer no mundo em Outubro de 2015.

Deezer está disponível via:

Integração no LastFM[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, o LastFM afirmou que o Deezer poderia ser integrado com o lastFM, permitindo que os usuários do deezer enviem suas músicas para a conta no lastFM e scrobble.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Referências